quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Esse é O Texto é Meu Deus que Belo Dia

Estava um dia bonito dia para passear pelas ruas podres tão podres que nos deixam enjoados demais para passear é algo que me agrada muito desde a mais tenra idade é algo que me trás lembranças boas são aquelas que não nos esquecemos das coisas importantes e lembramos sempre das coisas ruins enquanto as boas ficam marginalizadas dentro dessa sociedade injusta é a pessoa que não perdoa o erro de outra vez tentei consertar minha televisão é uma coisa insuportável demais aturar o meu vizinho que grita o dia todo com a mulher dos meus sonhos vai ter que passar o dia na cozinha um bife pra mim que eu to com fome acho que vou sair pra comer alguém de vez em quando é importante a gente não lembra só quando não importa o que você diga eu te odeio ter que trabalhar nos feriados eu gosto de ficar fazendo inutilidades não se chega a lugar nenhum vai te aceitar dessa maneira onde já se viu alguém que não olha nos meus olhos quando me cumprimenta merece todo o respeito do mundo por ser tão escroto as pessoas o detestam pessoas tímidas pois se passam por metidas para que ganhem o respeito dos especialistas em filmes orientais são muito legais especialmente as sequências de porradaria foi generalizada no jogo do flamengo só tinha gente feia e fedorenta já basta a minha bunda é linda parece de bebê eu não tenho nada já vi de tudo nessa vida a gente tem que ralar se quiser chegar na praia de botafogo fica pertinho daqui é só virar a casaca é decepcionante não é descobrir que você é falsa e mentirosa é a pessoa que diz ser sua amiga na hora que você tenta comer mas na hora que tá matando cachorro à grito vem te dar um abraço de boas vindas depois de muitos anos de ausência voltei pra casa e encontrei minha família toda estava reunida na noite de ontem ouvi uns tiros aqui na minha rua tem uma loura muito gostosa aquela torta é de chocolate tudo que é bom e engorda muito beber e comer ao mesmo tempo eu te considero um cara maneiro embora não concorde com o que você fez foi espetacular salvar o bebê dos trilhos do trem vem de minas gerais pois todos os trens são meios de transporte incríveis pena que no rio de janeiro só tem gente metida prefiro o pessoal do interior é de onde saem esses sentimentos todos que derramei em sua cabeça um pote de feijão foi mal gerado e nasceu deformado cheio de cartilagem essa carne que nojo morder essas coisas duras de aguentar como ver criancinhas sendo espancadas por policiais são pessoas ótimas tenho um amigo sargento me disse que estava fazendo parte do tráfico de armas uma barraca no meio da floresta para acampar é uma atividade de contato com a natureza é algo que odeio assim como mosquitos que caem no meu leite não posso evitar de olhar para os seus seios ele são enormes assim como suas coxas estão muito bem cozidas e com um aroma ótimo para jogar no lixo está horrorosa essa sua combinação de roupas parece uma puta merda esqueci de fechar o gás do banheiro do meu prédio não dá pra ver muita coisa além de uma parede branca. Não, obrigado, já almocei.

46 comentários:

John Rômulo disse...

Esse eh mais um texto tipico de Rafael! e mais uma vez acerta!
prepare-se para as criticas que são tão saborosas e nojentas!

parabéns escritor fora dos padrões ^^
amei *-*

O Iluminado disse...

Consegui ler tudo que é dito faz parte da linha no horizonte em que econtra o sol do meio dia estava lindo texto esse seu!

kkkkkkkk

Haja cérebro!

Mai disse...

Haja fôlego para ler tanta arte e Rafael faz todo sentido e Eu construi e desconstrui sem vírgulas e cem frases que li e reli vários nos vários textos e as frases eram outras e o sentido era algo que nunca sumia aqui no teu some sentido nada some a não ser o meu fôlego prá ler você e você é genial.
Beijos, seu maluco.
Adorei.
E vou voltar e ler outras vezes.

Henrique Miné disse...

CARA, VOCÊ É GENIAL.

Alguma situações ali me fizeram rachar o bico.

Definitivamente, você é o cara mais genialmente doente que eu conheci, se é que isso existe, ehhe.

parabéns, foda DEMAIS.

abraço e, tem post novo lá no meu humilde blog, se te interessar, hehe.

pacheco disse...

Curti de montão =)

Marcelo Mayer disse...

Porra! que lisérgico!!!!!!

Caroline Farias disse...

Baah muuito bom!
Parabéns!

Lua disse...

Otimo, sao tantos pensamentos em um curto espaço de tempo, adorei!

Beijos!

Marina Sena. disse...

vc tem uma boa técnica.
muito bom o texto.

até.

Ives Nelson disse...

hehehehehe

Absolutamente James Joyceano o teu post... gostei bastante!

Natália Corrêa disse...

lisérgico é uma palavra realmente bonita, e eu estou com falta de ar para pensar em outra.
Quem precisa de pontuação, né? Tudo é uma questão de tecnica. Apneia!

Marcelo Mayer disse...

não, eu fiquei internado num hospital psiquiátrico por trinta dias.

obrigado pela visita

Letícia Alvares disse...

Caraca eu fiquei perdida no texto que ficou muito maaraa que cabeça doida.

Putz. não consigo.

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Gêsa disse...

ADOREI, a palavra certa pra descrever é irreverente!

Confesso que tive que voltar alguns trechos pra ler novamente.

Jennifer Dias disse...

talvez =)

Taiyo Omura disse...

é disso que eu to falando.
a primeira coisa decente que você escreve faz algum tempo.

Isabela disse...

'Lembramos sempre das coisas ruins enquanto as boas ficam marginalizadas dentro dessa sociedade injusta'

Pois é...

Mas que texto ótimo.

Katrina disse...

Gente, cadê as vírgulas?
Rafael, que tragada! Foi tudo num suspiro só as tuas reclamações, aspirações e essa loucura toda. Muito bom mesmo, umas das melhores coisas que eu li aqui.

Daninha disse...

Posso falar palavrão (?)
Caralho muito foda, esse foi o texto mais genial que li aqui, todos seus textos sao bons mais esse não tem igual... Serio!
Ri muito akê.

Beijos

Olga disse...

gostei do post (: seu blog é ótimo.

http://velhocuringa.blogspot.com
obs: comece a ler do primeiro post.

- Suri * A menina sem cérebro * - disse...

Puutz! nem acrediito que consegui
ler tuudo '

ksaoksaokosak '

Mann ! muiito bom seu post '
rashei aquii em alguumas partes '
ksoksaok '

Hey ! vlw por comentar no blog "Suri A menina sem cérebro "

volte sempre ' =D



Beiijos ' =*

Lu Paes disse...

Oi, Rafa!
Tenho uma pergunta séria para te fazer: quem é mais bizarro: eu ou você?
Você, por escrever textos como esse.
Eu, por delirar com o texto.
É estranho demais admitir que quis chorar enquanto lia o texto? É de uma poesia tão pura! É lindo, os pensamentos fluem, as ideias vem e vão, nada para elas. Não tem regra, falsidade, frescura...é mais que um texto. É um pensamento que nunca deixou de ser vários pensamentos.
Céus, que liiindo!
Rafa, você é um gênio.
Você cria obras de arte.
Honestamente, não é para bajular. É incrível.
Eu deliro.
Beijos da Lu

nick mendes disse...

dando uma passada. gostei das meras palavras, e do blog.
parabéns. abraços

Bruno Abreu disse...

noooossa.

cara, eu nunca gostei dos seus textos ( isso foi demasiadamente sincero ...) mas sempre ficou evidente que vc escreve pra caramba, conduz narrativas como ninguém.

e esse texto ficou demais de bem escrito, me prendeu até o fim, me senti quase sequestrado, simplesmente não deu pra parar de ler, não deu, não deu! o que é isso? aliás, o que é um menino chamado telco? é quase como ler talco, mas é meio telmo também...

olha,

você tem a força.

Gabriela M. disse...

toda vez que venho aqui, rio alto (parece nome de cidade):
insuportável demais aturar o meu vizinho que grita o dia todo com a mulher dos meus sonhos [ vc cobiça a esposa do seu vizinho, pecador! ]

cho que vou sair pra comer alguém de vez em quando é importante
[ seu texto sem vírgulas causou problemas/risadas ]

~
e sim, eu tenho problemas com o template. não consigo deixar o mesmo por muito tempo ;/

Gabriela M. disse...

sobre a barra cinza torta que você falou, eu realmente não sei o que fazer.
eu visualizei com o mozilla, o google chrome e o internet explorer.

culpa sua que usa o safari (ou foi o opera que vc falou que usava?) hahahaha ;)

o negócio é que não sei consertar ;/

Rayssa disse...

Oiee, cara só você mesmo pra plena segund afeiraaa, me fazer rir desse jeito!!
Minha loiriçe agudaa, pegou agoraaa. Tive que ler o texto duas vezes pra enteder a sua forma de escritaa
UAHSihasoi uhaiusha
Mais uma bolsaa rosinhaa com flrozinha ia coombinar nuum acha?
BEijos

Jaíce. disse...

Olá! Quando estou sem inspiração, fico horas procurando blogs legais...
Passei aqui!

Anna disse...

A dinâmica do texto me lembrou muito aquele jogo: continue a história com x palavras!
ótimo.
beijos

being fashion is... disse...

mais um texto louco... mas eu sempre gosto.... auhauahu...

beijos, querido...

Adbul Hakim Phool ka Junoobi عبد الحكيم پھول کی جنوبی disse...

Não só sou descendente de ciganos, como também sou cigano.
Por que a pergunta, tu não gostas de ciganos, não é mesmo?

Jillian disse...

supus que ninguém notaria EUOIAUEA. Ficou comprometedor demais. E o povo não está interessado nas minhas aventuras para que eu me aventure (?) a contá-las.
Seu texto ficou ótimo sem as vírgulas e nesse ritmo rápido,porque parece que você tá andando na rua e tudo acontecendo ao mesmo tempo Q.
"onde já se viu alguém que não olha nos meus olhos quando me cumprimenta", hm eu sou assim ): mas não é por mal, juro SIUHAUOID.

♥ Mαrcellα L. disse...

Você é louco!
Me apaixono cada vez mais por esse blog... Texto com duplo sentido é otimo!

(ainda bem que não ficou assustado comigo no video, me achei feia...)


Beeijos!

- Lara Alves disse...

Ótiimo texto ~*
Bjoo =*

Hadassah disse...

Você é musico!! que legal oque você toca??
Pois é, quando a gente gosta...

Aninha disse...

Puts... foi difícil ler sem nenhuma virgula! hauhauah
Ei... o q aconteceu com o Top Comentárista?
Eu achei q eu estava em 1° lugar com +ou- uns 27 comentários mais agora to em 2° lugar com 14 comentários!?

Opa qnd vir em Sampa é só ir em lugares q tem bastante coisas culturais que são muitoooo legais!

bjinhos*/~

Poetíssima disse...

Nuossa,
só você mesmo... mas, eu sempre acabo lendo até o fim, mesmo sem respirar!

Abraços!

D i c a disse...

Você é um louco.

É perturbador ler um texto sem pontuação,eu perdi o fôlego.
Muitas possibilidades de interpretação.

Muito bom!
beijo

Babih Xavier disse...

Caran... vc escreve muito bem
só que escreve muitas entrelinhas
ahuahuahu

Dandara disse...

depois disso eu não preciso mais de drogas, só de textos teus e sem vírgulas. quem precisa de pontuação? muito melhor deixar a mente solta e as palavras fluirem sem freio, sem controle.

p.s.: quente não sei, mas disseram que parece ser desenhada.

Marina disse...

ai que show, gostei muito. queria ter essa inspiração toda Rafael :)

Tatá R. da S. disse...

Nha, não apareceu atualização do seu blog no meu painel.. i.i
Dai senti falta, saudade, sei lá, dos seus textos e vim expressar isso, porém dei de cara com um texto novo, que emoção, estou tomada por este espírito malígno que não termina as frases, peguei de você mas provavelmente vou parar por aqui, pois a tendência é eu pensar em coisas dramáticas a esta hora da noite,então apenas falarei que adorei este texto, adoro coisas dinâmicas pois me possuem de imeditato e eu prometo que vou finalizar, é só eu colar o trecho que mais gostei pois ri bastante, bah, mas antes lembrei que notei que vc mora no rio, será verdade, porém tenho antipatia pelo rio parte da culpa é da globo que nos satura demais com aquelas imagens clichés do leblon e etc, e os cariocas são meio marrentos e metidos, me desculpa, mas eu tenho amigos carioca são poucos mas gosto deles, também não quero generalizar, já generalizando, mas se vc for msmo assim, mais um carioca q gosto e admiro pra eu colocar na minha pequena lista e agora finalmente vou colar o trecho que me fez rir:
"flamengo só tinha gente feia e fedorenta já basta a minha bunda é linda parece de bebê.. "
Beijos! Urfa! ^^

Luíza disse...

agora sim posso respirar! HAHAHAHA
muitooo bom! Adorei!

Suzy Carvalho disse...

Parece uma bomba relogio pronto pra explodir, enquanto vc abaixa e nao acha o fim ahuahuahuhua

Coisas que se lê num tiro só!
Haja folego!

Gabi disse...

Divertidíssimo!
Adorei o blog!
Obrigada pela passadinha pelo Psiquê!
:**

Marianna disse...

parece ter imprimido as ideias. muito bom