domingo, 12 de dezembro de 2010

Sonares

Crepúsculos.

44 comentários:

Katrina disse...

HAHAHAHAHAHA

Parabéns, cada dia mais tenho orgulho das suas bizarrices, meu querido
(de verdade, cê sabe)

Mila Lopes disse...

rsrs

Nossa, que narração perfeita, adorei sua escrita...

Demais, viajei!

Bjs

Mila

Vital disse...

doidão de nhá benta
é muita onda. rs.


muito bom cara!

Paulo Vitor Cruz disse...

identifiquei-me com a falta de afinação ficcional... apesar da minha ser bem real, tem um q de incrivelmente constante.. risas...

abraço grande.

Mente Hiperativa disse...

Tirando a parte da notas musicais eu entendi tudo!

Sou uma anta em se tratando de música.

Wanderley Elian Lima disse...

Surreal. Amei.
Bjux

Athila Goyaz disse...

Que texto INCRÍVEL! Puts...
PARABÉNS!!!!!!!!!!!!!!!!!

''Tay' disse...

Muito massa o texto, adorei *-* fico muito surreal, muito perfeito.

bjus =*

Paulo Braccini disse...

bizarro, surreal ... atualmente tenho buscado um pouco disto na vida ... a outra anda meio monótona ... mas enfim ...

adorei ... muito bom mesmo ... vc é phoda ...

;-)

Hugo Sheikispir disse...

Que texto louco... Tenho dóóóóóó desses personagens... kkkkkkkk, Por causa da surdez (e de meio tom que faltou) de um todos ficaram surdos... kkkk... Demorei pra entender, e não sei o que é Nhá Benta... Qué isso? Rsrs, até mais!

Rafael L. Smith disse...

Devíamos tentar emular a caminhada, em grupo.

T@CITO/XANADU disse...

Alguma semelhança com uma dupla sertaneja, cantando em praça pública,
terá sido mera coincidência? (rsrs)

Tácito

Leo disse...

Meu caro, obrigado pela visita no meu blog.

Adorei tua escrita, tua narrativa é realmente muito boa. continue a escrever!!!

Eu vou. mas volto.

Abraços.

Marcella Leal disse...

Você já cogitou ajuda psicologica? Sério, fico imaginando daonde você tira isso...

Corina de Oliveira disse...

Muuuuito obrigada pela tua ajuda na renovação do meu Reino :D

Erica Vittorazzi disse...

Eu queria passar um dia na sua cabeça, juro!!


Posso?



beijos

Carla Mühlhaus disse...

Por sorte faz anos que já enjoei de nhá benta...rs

bjs

Ana disse...

Isso foi muito mais que além de meu limite imaginário, espontâneo e automático.

Camila disse...

é muito bom seu jeito próprio de contas os causos da vida.

tossan® disse...

Muito bom! Estilo próprio e por isso é que gosto. Abraço

flaviadoria disse...

É que eu personalizei as senhas para entrarem de acordo com o comentarista. :B

Henrique Miné disse...

e não é que o texto saiu meesmo?

Sorte que já esqueci o que é essa coisa, caso contrário ficaria com nojo eterno de comer. hehe

Abraço.

Babih Xavier disse...

Nossa... meio bizarro ahuahuahua mas ainda assim eu gostei

Thiara Ribeiro disse...

Bizarro é elogio!
hahahaha

Eca. Nunca mais na minha vida quero ver Nhá Benta na minha frente!

Que viagem, hein?
^^

;**

Tiago Fagner disse...

Eu gosto desses detalhes no teu texto, juro que tentei acompanhar os movimentos do personagem na minha cabeça, mas não consegui. hahaha

Meu Deus, o que é "nhá benta"? (Será que só eu não sei?)

... e rspondendo a pergunta que você fez n blog, o texto de Natal não é real, só ficção mesmo, nunca fui tão fã de bicleta e ganhei uma cedo.

AbraçãoooO Rafael!

Folhetim Cultural disse...

Parabéns pelo blog e pelos textos... Tenho um blog chamado Folhetim Cultural gostaria que visita-se este é o endereço: informativofolhetimcultural.blogspot.com
Vamos trocar conhecimentos...
Ass: Magno Oliveira
Folhetim Cultural

Joana disse...

Adoro quando de dentro da sua cabeça sai sangue e fantasias que só acontecem com loteria.
Muito bom~

Três Egos disse...

Nunca tinha lido um texto assim. Acho. E foi muito boa a experiência...

Beijo!

Nini C . disse...

Nuss, amei... Texto excelente ;)

gabs. disse...

certo, mas que gôta é nhá benta? O.o

Má Midlej disse...

HAHAHAHAHAHAHA Que loucura foi essa, ein, me explica? Deu DÓÓÓÓÓÓÓÓÓ dos rapazes. e a maneira com que ele mede cada passo, cada ação iih que agonia da porra, vei
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Elton... disse...

O importante é que ele morreu feliz e a nhá-benta permaneceu intacta.

Daniel disse...

Eu posso tecer comparações com tão digno absurdo! quantas palavras!
que narrativa!
que imaginação! bravo amigo! ^^
abraços.

Dan

Junker disse...

tropecei logo no começo, nunca q eu conseguiria andar assim

Daninha disse...

Queria entender de música como você '-'
oaspkaspoask'
Beijos

gabs. disse...

Tem selo pra vc, e não que eu ache que você ligue pra essas coisas, mas eu queria ler as suas respostas, até imagino cada loucura ¬¬

Corina de Oliveira disse...

O meu reino da noite gostaria de te desejar um FELIZ NATAL! :)

Beijinhos ***

Adriana Karnal disse...

RAfael,
não existe ninguém tão surreal qto vc pela blogosfera...gostei do texto, acho q vc está cada vez melhor nas descrições, construções de frases...enfim, a parte técnica está impecável...a criatividade lhe sobra meu caro...vc tá com tudo!Feliz natal!

Vieira Calado disse...

Que tenha um Bom Natal,

amigo!

Um abraço

sindro disse...

Oi adorei o seu texto, passe lá no meu blog de textos pessoais, obrigado, beijo.

gabriela marques. disse...

E que criatividade, hein?
Parabéns!

pacheco disse...

ha! tri-legal =D

José María Souza Costa disse...

Parabens pelo blogue e pelo conteudo, e tenha um 2011 de felicidades 1000
Passei aqui lendo. Vim lhe desejar um Tempo Agradável, Harmonioso e com Sabedoria. Nenhuma pessoa indicou-me ou chamou-me aqui. Gostei do que vi e li. Por isso, estou lhe convidando a visitar o meu blog. Muito Simplório por sinal. Mas, dinâmico e autêntico. E se possivel, seguirmos juntos por eles. Estarei lá, muito grato esperando por você. Se tiveres tuiter, e desejar, é só deixar que agente segue.
Um abraço e fique com DEUS.

http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

Corina de Oliveira disse...

Celebra o ano que acabou, não apenas como dias que se passaram, mas sim como mais um pouco do caminho percorrido nesta grande viagem que é a vida... Por isso, O meu reino da noite deseja-te um FELIZ ANO NOVO! :D

Beijocas *