segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Vai, e não esquece da mandioca.


Curdispór Arantes do Cimento é um escritor renomado. Recebeu recentemente o prêmio Onânodes de Belrréia, que foi criado especialmente para premia-lo, já que nenhum prêmio existente no mundo fazia jus à sua obra genialmente original.

Quando anda nas ruas, causa grandes transtornos. Os fãs se aglomeram na tentativa de tocar em sua pele, para que possam absorver um pouco de sua sabedoria sobre-humana. Suas récitas de prosa e poesia lotam estádios de futebol pelo mundo todo. Cientístas estão enviado gravações de seus escritos para o espaço, por serem consideradas as obras mais importantes escritas até hoje.

Curdipór foi indicado para receber o prêmio Onânodes de Belrreia após a publicação de seu mais recente poema, "Ode a uma Ameixa Entristecida":

-Ode a uma Ameixa Entristecida-


Copos.

Cavalos.

Sílica gel.

Na minha cama está a gasolina de ontem.

E a árvore esmaga a moça relativa.

Quando ameixas choram, imagino sonhos de outros Novembros.

(Ou não, seu animal. Veatiydörfintu#ng~.)


Quando questionado sobre o que significa "Veatiydörfintu#ng~", Curdispór disse ser um sentimento muito complexo, que ele não consegue descrever, logo, teve que criar uma nova palavra.


-


Sânscrita é uma menina feliz. Ela é a maior fã de Curdispór. Recentemente, tatuou pelo seu corpo todo o romance "Boa Tarde, Mãe, Minha Vida Está uma Merda", sua obra preferida dele (depois do poema épico "Bengalas", que, por ser um poema de 625 volumes do tamanho da lista telefônica, seriam necessárias 12.000.000 pessoas para ser tatuado na íntegra).

Sânscrita gostaria muito de conhecer Curdispór, para que pudesse fazer sexo com ele. Era a coisa que mais queria em sua vida. Só que Curdispór era um homem muito reservado. Só deixava sua mansão uma ou duas vezes por ano. Não podia perder tempo com coisas desimportantes, precisava ficar concentrado, para que as ideias brotassem de sua mente genialmente original (que por ser tão original, Curdispór fez um seguro para ela no valor de 500.000.000.000€, no caso de algum infortúnio. Seguro este, que é patrocinado por todas as nações do mundo, que consideram Curdispór um cidadão universal, talvez o cidadão mais importante da história).

Então Sânscrita reuniu todas as suas economias e pagou um hacker, para que este descobrisse o e-mail do Grande Escritor. Após 10 anos tentando, o hacker descobriu. Eis a conversa virtual que se sucedeu entre escritor e leitora:

-Cada vez que eu leio seus textos, mais vontade dá de te conhecer, sabia?
-Bom, se você pudesse me conhecer ao vivo veria que não sou uma pessoa tão inatingível e genial quanto pareço ser por causa de meus textos. Por que não vem até minha mansão, poderemos ter uma conversa agradável, e, se tudo ocorrer bem, eu, quem sabe, faça sexo animal com você.
-Ok.

Eles se encontram. Eles se olham. Eles trocam palavras e frases, sons e sentidos sem importância.

-Pensando bem, é uma pena que ao vivo não sejas tão impressionante, tão inatingível e genial.
-Isso é o que você pensa.
-, você não disse que não era tão inatingível e genial, está se contradizendo agora?
-Sim, estou contradizendo a minha própria contradição contraditória.
-Deve ser difícil demais ser uma pessoa contraditória. As pessoas nem devem acreditar muito em ti.
-Sim, as pessoas, quando conversam comigo, devem levar em conta de que, por ser uma pessoa contraditória, quando contradigo alguma coisa posso estar contradizendo a minha própria contradição contraditória previamente contradita, de forma que que é difícil avaliar se minha contradição é real ou é apenas contraditória.
-E elas também podem entrar no seu jogo de contradição real ou contraditória e já dizer algo na espera de que você vá contradizer a tal coisa, fazendo com que você concorde com a ideia inicial.
-Sim, e isso pode gerar um cataclisma que transformará a realidade numa entidade contraditória a todas as ideias em geral, de forma que a contradição se torna a regra, e o não-contadito numa ideia estapafúrdia e sem importância, pois, de fato, ele passa a não existir.
-Iniciando, assim, uma nova revolução na humanidade que será considerada como o segundo holocausto, pois aqueles que pensam de forma contraditória iniciarão um movimento que irá angariar fundos para uma sociedade que valoriza um novo jeito de pensar, excluindo ideias pueris e sem graças, como as não-contraditas.

Curdispór parou por alguns instantes, impressionado com o diálogo que acabara de ter com a jovem mulher que havia acabado de ganhar seu coração. Uma lágrima escorreu de seu olho esquerdo. E caiu em seu pé direito (o rosto de Curdispór estava ligeiramente inclinado).

-Eu te amo, agora, Sânscrita. Faça sexo animal comigo.
-Ok.

Eles fizeram sexo animal. Eles ficaram vários dias fazendo sexo animal, sem beber nem comer, apenas fazendo o sexo mais animal que qualquer ser humano já fez sobre a face do planeta Terra.

Depois que eles cansaram de fazer o sexo animal, Curdispór disse:

-Foi bom enquanto nosso amor durou.

E chutou Sânscrita de sua mansão. Depois, caminhou até seu computador e escreveu um novo poema:



-Oi, Fui Eu, e Não a Aranha do Mostruário-


Ervilhas.
Somas que deram errado.
Os elefantes estão caminhando com meus vizinhos.
Havia um lugar do outro lado,
Mas esqueci de visitar
Havia uma moinho de vento
Dentro de minha privada pública
Sai daqui, sua vadia.
O troco foi $2,43.
Como vai?
Este é um belo coelho.
Como se segura nesta coisa?
Foi o tungstênio.
A tecla U está esmagada.
O tem muita água no meu saleiro.
Salve o mundo, ó, Rei das Arábias.
O sorvete caiu na orelha de minha esposa, seu juiz.
Aponte a luminária para o calcanhar, é mais apropriado.
Com disco azul é mais prazeroso.
Está liso, prefiro com as ataduras.
Retângulo.
Isso, mais devagar.
Ghaskl8Füiorp, enebriado.
É, minha roda está com a impressão facial de sua mãe.
Sânscrita, veja, o horizonte está te chamando;
Depois que chegar lá, me conta como foi.
Vai, e não esquece da mandioca.


----------------------------------

Este texto foi inspirado e feito à partir de uma conversa virtual com a Dandara.
E não, não teve a parte do sexo animal em nossa conversa.

E pra quem não viu ainda, eu tenho twitter agora:
http://twitter.com/rafaelsperling/

29 comentários:

! Marcelo Cândido ! disse...

A relação entre fãs e artistas podem acabar assim
!!!

Marcelo Mayer disse...

eu te amo para um sexo animal... dia seguinte encerre o contrato

Athila Goyaz disse...

Curdispór acima de toda a sua genialidade é um humano qualquer e deixou Sanscrita depois de noites de amor.

Asim é uma relação mesmo!

abraços!

Daninha disse...

Olha os amores de hoje em dia são assim como o de Curdispór e Sanscrita não duram mais do que alguns dias...
Cara nomes gêniais hein!
OAPSKAPOSPAKSPOPK'

Beijos

Henrique Miné disse...

"faça sexo animal comigo"
"ok"

Fãs cada vez mais enlouquecidas hein! :b

abraço.

Gabi Petrucci disse...

O Athila disse tudo! :x

Conversas viajadas rendem bons textos! x)

Anna disse...

"Ná Cimento"
rulou.
beijos

Marianna disse...

depois de vários dias de sexo animal, ela não vai esquecer a mandioca mesmo

Sânscrita... apenas uma inspiração. pelo menos agora ela tem um poema de Curdispór que leva seu nome, vai morrer feliz por isso.

Gêsa disse...

Coitada da Sânscrita, mas ao menos ela conseguiu o que queria, chegar perto, muito perto, do seu ídolo. ainda ganhou seu nome num poema.
E de qualquer forma um pé na bunda só a joga pra frente.

Katrina disse...

HAHAHAHAHAHA

Assim até eu toparia um sexozinho animal de manhã

Marina disse...

pois eu estava fazendo aquele texto cheio de palavras continuas que você fez sabia? rs, é tão bom, a gente expressa o momento e tal. depois posto no meu blog! ótimo feriado Rafael :*:*

Letícia Alvares disse...

Não me espanto mais. o/

xD

Aah, filmaram nossa apresentação na Escola, mas ainda não consegui o vídeo.

Se conseguir boto no youtube e no blog. ;D

Beeeijo

ana disse...

muito bom, rafael.

Natália Corrêa disse...

uau, que animal! =P

Dandara disse...

Pé na bunda manda pra longe deixando marca, porque não só um grito? Lisonjeada é uma palavra jegue, mas eu tô. Palavra da gente servir de inspiração num é tipo bom dia.

gostei infinito hahah
um beijo

The Blues Is Alright disse...

Isso me lembrou isso http://jornalfacedoquiaboalucinogeno.blogspot.com

Roquenrou.

Lella disse...

Gostei do seu texto!
Você me conhece?

Favoritei-te. (devia ter negado a ênclise assim como 90% da população brasileira enfim).

beijos

gabriela m. disse...

mas que espécie de conversa as pessoas andam tendo hoje em dia?

Lella disse...

aaaaaaaaah tá! é que pelo jeito que você falou pareceu que me conhecia.

enfim.

beijos ^^

Ray Siq disse...

wow, uma conversa e tanto.
nunca fui muito fã de ninguém a esse ponto (sorte a minha)
adoreiii o texto!! ;D
Beijooo :*

Vanessa. disse...

Tá vendo, é por isso que adoro vir aqui.
Saio rindo feliz da vida!

Adoro essa tua criatividade tão inatingível e genial ;D

;*

♥ Mαrcellα L. disse...

Toda vez que entro aqui me apaixono mais (suspira)... /parei

Enfim, mais um texto emocionantemente contraditório e engraçado.

Menção a você no meu post "Elas" e me segue no twitter? @marcellaleal

Beeijos

disse...

Oiêee,

Tem um selinho para vc lá no meu cantinho...

Bjosss!! :**

http://inverossimilhancadoreal.blogspot.com/

Erica Ferro disse...

Rafael, fiquei feliz de te ver no meu blog.
Já passei por aqui várias vezes, mas não lembro de ter comentado.
Teus textos são muito engraçados e totalmente inusitados.
Prometo que quando estiver melhor (psicologicamente falando) e mais animada, leio o teu post direito e faço um comentário mais decente.
Por hora, quero te agradecer pela visita.
Sinta-se à vontade a voltar quantas vezes quiser.
Grande abraço.

Tatá R. da S. disse...

"-Bom, se você pudesse me conhecer ao vivo veria que não sou uma pessoa tão inatingível e genial quanto pareço ser por causa de meus textos. Por que não vem até minha mansão, poderemos ter uma conversa agradável, e, se tudo ocorrer bem, eu, quem sabe, faça sexo animal com você.
-Ok."

Seduziu! Hhahuahuaha
Ah, adorei seus versos com a essência dos meus. *-*
Você queria ser o Curdispór, não queria, Rafa? xD
Ahh, e a próxima coisa que eu tiver que for nomeada quero que escolha o nome, ok? 8D haha
Té mais... Vai, e não esquece da mandioca!
huhauhuahua
=*

Cristiane disse...

Muitíssimo bom Rafa!
Tem um pouco de Manoel de Barros em você. E puxa vida, quanta criatividade! Bjos

being fashion is... disse...

menino, quer dizer que vc acha que a kate esta sem foder com o nomarado, por isso, que ele esta com aquela cara de puta veia acabada... uahuahuhuaau......


beijos, rafa

vc e seus textos loucos, que eu adoro....
uhauahauha....


beijos

Rayssa disse...

Cara ele é um poeta. To emocionada
Que aquela Sthefany é idiotaaa isso sim.!!!
Beijoooos

Tiffany disse...

eu diri que o teu texto é muito contráditório!

haha, fabuloso.


Tem novo post no blog!
Estou seguindo-te no twitter.

Beeijos.