domingo, 24 de janeiro de 2010

Sobre uns Troços

.
Há mais ou menos muito tempo atrás, bom, pelo menos uma quantidade razoável de tempo atrás, vários anos, , aconteceram várias coisas, várias coisas que várias pessoas fizeram, várias pessoas diferentes que fizeram coisas que foram muito importantes pra uma parte bem grande da humanidade, , pessoas que fizeram coisas, de certa forma, significativas, e que foram consideradas importantes por quem estuda esse tipo de coisa, , esse troços, o que aconteceu foi que tiveram, assim, várias pessoas que se juntaram, , e aí elas todas queriam alguma coisa, e elas se juntaram e exigiram que outras pessoas fizessem troços pra elas, , troços importantes que elas queriam muito, e pra conseguirem isso elas tiveram todas que se juntar, , e que fazer umas espécies de revoluções e cometer suicídio coletivo, esse tipo de coisa, e então quando algumas das coisas aconteciam, essas coisas que elas queriam, elas ficavam muito felizes, e comemoravam e tal, mas se não acontecia nada elas ficavam irritadas e violentas, e faziam várias outras coisas e chamavam outras pessoas ainda, pra conseguir fazer o que elas queriam, e se elas não conseguissem, as pessoas que chamaram, elas cometiam suicídio e muitas pessoas ficavam com pena delas, enquanto outras começavam a considerá-las muito legais e importantes pra humanidade, mas caso as coisas acontecessem, as pessoas que queriam as coisas seriam consideradas herois, e seriam muito amadas pelas pessoas todas, ou então poderiam ser consideradas ruins e cruéis, fazendo com que todo mundo odiasse elas. As coisas sempre foram assim, desde sempre, e são assim ainda hoje, , só que as coisas que aconteciam antigamente não acontecem mais hoje, só algumas, às vezes, mas geralmente, hoje acontecem outras coisas, diferentes das coisas antigas. As coisas de hoje são diferentes das antigas pois os tempos mudaram. Muito. Os tempos mudaram, justamente, por que várias pessoas se juntaram e fizeram com que outras pessoas fizessem o que elas queriam, então, as coisas que essas pessoas queriam, acontecendo de fato ou não, mudaram as coisas. Só o fato de as pessoas terem sido chamadas e tentado mudar as coisas, mesmo não conseguindo, mudou uns troços. E hoje nós vivemos sob essas mudanças dos troços, ou de sua tentativa de mudança dos troços. A gente se levanta todo dia, vive o dia, dorme, e não se da conta de que o nosso dia é assim, justamente, pela mudança de troços, ou não mudança de troços. Se não tivessem tido tentativas de mudar troços e coisas, nossa vida iria ser toda diferente. Teriam várias coisas diferentes, e nossa vida seria diferente por causa disso. Sem essas mudanças ou tentativas de mudanças poderiam ter coisas melhores, ou coisas piores. Se tivessem acontecido mudanças boas, hoje poderíamos ter coisas melhores ou piores. Não da pra saber, sabe? E se tivessem acontecido mudanças ruins, poderiam, também, ter coisas melhores ou piores hoje. Isso acontece pois uma mudanças boa antiga poderia ser algo ruim hoje. E uma mudança ruim, poderia ser um troço bom, pra gente que vive hoje, . O mesmo vale pras tentativas de mudanças, tenham sido elas ruins ou boas, na época. Portanto, não podemos ficar nos lamentando se um troço ou outro aconteceu ou não, ou achando bom que aconteceu algo ou não aconteceu algo. Pois essas coisas, as mudanças ou não mudanças, poderiam, hoje, ser tanto boas quanto ruins, tantos as mudanças que eram boas quanto as que eram ruins. Não tem como saber. O melhor é ficar quieto e não pensar.
Mais simples.



------------------------------------
Vejam no
http://descemaisum.blogspot.com/
Noite poética
E Sangrenta

25 comentários:

Marianna disse...

Lembrou muuuito umas apresentações de trabalhos, que eu vi no meu Ensino Médio hahahahahaha

Paulo Braccini disse...

perfeito isto ... pensar menos e agir mais ... mudar sempre ... eu prefiro sempre ser esta metamorfose ambulante, do que ter a velha opinião formada sobre tudo ...

bjux

;-)

Ray Siq disse...

Não tem mesmo como saber.
cara, eu terminei e fiquei meio pertubada, mas achei incrivel esses troços todos.

Beijoo super ;***

Ferdi disse...

UAHDIAHSDHAIUDHOASHDOAHSUDH
ASDUIAHSDUHASODHUASHDASHDUA
UHDIUOAHSUDHAUISDHUAHDUAHSA

Total apresentação de trabalho escolar do pessoal do fundão do ensino médio.

Henrique Miné disse...

skoaksoakska

Sabe que faz sentido cara?

Mas assim, você daria um ótimo professor de historia hein! Investe aê! ;D

abraço.

@RitaBraga disse...

aah, as vezes eu acho tbm q é melhor nem pensar!

adorei aqui, passa lá no quartinho!
beijos!

Daninha disse...

OSPAKSAOPSAKS
As coisas mudam bastante né.
Beijos

Tiago Fagner disse...

hahahahahahahahahah

A idéia era confundir e não explicar né????
Definitivamente depois dessa enxurrada de argumentos o mais simples é não pensar!

Rebeca Rocha disse...

Que tal um template novo, e de graça?

http://afantasticafabricadetemplates.blogspot.com/

Bjs!

Gabi Petrucci disse...

HSAUIDHASUIDUIASHIDA
Rachei o bico aqui! :P
É mais ou menos isso que eu entendo de Revolução Francesa! :P

Desirée disse...

TÁ...VÔ ASSISTIR AULA AGORA...E TÔ MUITO CONFUSA!

HUAHUAHUA

bjinhos :)

Ná Lima disse...

Já fiz muito isso quando não conseguia gravar minha fala do seminário hehehe

Muito bom!

RaH disse...

É... cmo as coisas mudam!
rsrsrs

As vzs fico boba com a forma como sua mente trabalha!

haha..!

Adoro isso!

BeijO

Athila Goyaz disse...

Apresentação de trabalho de sétima série!
hehe

gabriela m. disse...

acho que eu não conseguiria por suicídio coletivo. odeio fazer qualquer coisa com gente por perto;

Olga disse...

gostei do texto rs.

Aline disse...

'O melhor é ficar quieto e não pensar.'
sabe que eu penso nisso o TEMPO TODO?
quanto mais eu penso, mais responsabilidade tenho.. e eu sou bem irresponsavel
adoro muito o seu blog. beijos

Luis Perez Junior disse...

realmente muito louco tudo isso, né.. faça. pense menos.

Luis Junior (impro)

Marília disse...

HAAH adorei, e é verdade. Lamentar menos e agir mais. Afinal de contas, tudo acontece por conta de nossas ações e de pessoas ao nosso redor. Perfeito texto.

disse...

UAHSUASHUASH. isso é tenso !
todas as vezes que eu ia apresentar alguma coisa, eu sempre ria lá na frente!
vamos ver se essa ano consigo falar alguma coisa séria lá :P

beijos ;*

TIA AUGUSTA disse...

eu vou fumar muita maconha para entender seu texto. ah vou!

Sabrina Vaz disse...

(Boa idéia a do açaí!!!)


vlw
beijo sucesso

Marcella Leal. disse...

Ah! Esses troços!

disse...

AHAHAHAHA eu sou fã desses troços que você escreve. Me lembrei de um aluno bagunceiro que responde as perguntas das professoras na classe.
A diferença está no sentido. Porque o teu troço fez toootal sentido. E as coisas que os alunos falam so pra nao ficar sem falar coisa nenhuma, nao fazem sentido nenhum

Ale Sbano disse...

Consegui entrar na onda...algo do tipo '' O passado altera o futuro'' É algo muito complexo mesmo,o fato de como um grupo de pessoas pode mudar o que vem a seguir...
Seu texto me fez refletir.
Obrigado pelo comentário no blog!E sim,vou ouvir Milton Nascimento..gosto de algumas sim,e Djava adorooo