domingo, 24 de maio de 2009

Big Bang

Não há nada para ser dito
Nem tenho voz para contar
Não há mais ar para vibrar
Nem energia pra falar

Está escuro
Está deserto
Não há mais gente
Nem pensamento

Não há mais nada pra existir
Nem há o que ser existido
Os pensamentos que escrevo
Saem do vácuo infinito

Eu não sou nada
Nem minhas palavras
Não sou ideia nem ser vivo
Nem sei ainda se existo

Mas algo está para mudar
Um novo momento do destino
Tenho passado por mudanças
E elas tem passado por mim

Já não me sinto velho
Agora me sinto novo

Já não me sinto preso
Agora me sinto solto

Já não mais sinto medo
Me sinto corajoso

Já não preciso de algo
Não preciso de nada

Já não preciso aprender
Agora sei tudo que preciso saber

Já não preciso de amor
Eu sou amor

Já não preciso de paz
Eu sou paz

Já não estou aqui
Estou em qualquer lugar

Já não sou eu
Agora sou todos

E ainda assim,
Sinto que há muito por vir.

76 comentários:

Nara Sales disse...

"Já não preciso de amor
Eu sou amor"
Uau.
Por tantas e tantas vezes me senti assim.
E que bom que você sabe se virar (se vira)

Luh* disse...

Já não sou eu
Agora sou todos

Estou passando por essa fase, de não saber quem sou! de não m reconhecer!

Natalia disse...

Pois é, ainda existem pessoas que não comem todos e qualquer um. ^^
huahauahuaha

Li seu post num momento um tanto sentimental, e adorei o "Já não preciso de amor
Eu sou amor".
Lindo isso. :)

Henrique Miné disse...

é...essa do amor foi foda mesmo.
=D

aliás, a metafora toda foi foda, parabéns, haha.

Abraços.

Flor disse...

"Mas algo está para mudar
Um novo momento do destino
Tenho passado por mudanças
E elas tem passado por mim"

[...]

"Já não preciso de amor
Eu sou amor"

Minhas partes favoritas! As partes que me vejo.
Cara, que lindo. Nossa, isso é muito bom.
Mutio intímista (nem sei se isso existe, masss, rs).

Um beijo.

Carol Duca. disse...

Ei Senhor Paz e Amor :)
Adoro demais o jeito que você escreve.

e amei as palavras de incentivo !

Sorte.

GrapeFruit disse...

"E ainda assim,
Sinto que há muito por vir."

E estranhamente, apesar de tudo. Parece que algo está faltando, uma parte de um todo que ainda está por vir.

Mais um poema muito bom, parabens (Y

Gi Moreira disse...

Gostaria de ter um talento desses pra escrever! :) congrats!

Prixty disse...

o meu ponto é justamente que discordo que o forte sempre prevaleça sobre o fraco. \o

hm, gostei do post. :D

• Cáah . disse...

eu vou prá estudar :n

iknowthateverything disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
' Joseαne Costα* disse...

' Olá Rafael...

Passando pra deixar meu carinho...

bjoo's no ♥

Josy*

Fernanda Fernandes Fontes disse...

Oi Rafael!

Teu poema me lembrou duas obras: Blecaute e Ensaio sobre a Cegueira...

Nossos sentimentos são explosões de vontades e permanências..

Passa lá tb:
http://degustacaoliteraria.blogspot.com/

another girl disse...

"Não há mais gente
Nem pensamento"

nossa, ótimo, ótimo, ótimo =)

Nathália Nóbrega disse...

Obrigada pelo comentario no meu post anterior.
Seus poemas são muito bem escritos.
Até mais.

danni-f ; disse...

adorei o poema *-*
to seguindo teu blog amor.

Joana disse...

Poema bonito e cantante~
Adorei =]

MaríliaLiah disse...

Claro que vc pode ser o DIVO. Mas preciso de uma foto sua, me contar uma pouco de sua vida, além dos dos dados pessoais claro, o que você faz também, se tu faz algo de diferente (canta,toca, escreve, desenha ou sei la) pelo visto vc escreve muito bem, então já tem algo pra contar. Ah e preciso de um motivo muuuito forte pra eu dizer o pq vc merece ser o divo. Depois disso vc me manda por email tá? Se realmente quiser (to brincando não!) marilia.rodri@gmail.com

MaríliaLiah disse...

nfim, vou fazer uns posts de gente anônima e talz, alguns amigos meus ai posso te incluir na lista tá?
Beeijos =]

Hoshi Rathbone Lamperouge Cullen. disse...

eita, ._.
foram poucas as vezes que fiz algo grande e bom como esse post. ><
gostei pakas.
:D

-
haeuheuaheuhea.
simsim. *-*
vá mesmo, vale à pena :D

:*

Do nascimento, Silva. disse...

por mais que ande, sem há mais (muito mais) por vir.

Gisa Dias* disse...

Sempre tive esse problema... m,as acho que esta aminizado, agora, eu acho!!!

bjokas*

ah e bem vindo ao grupo dos que adoraaam um bom churras!

Larissa disse...

Seja o amor!

Bandys disse...

Rafael,
Um dos textos mais lindo que ja vi nessa blogosfera.
Lindoooooo!! Amei

Uma semana de muita paz

beijos

Aninha disse...

Amei!!! mto lindo!

principalmente...
"Já não preciso de amor
Eu sou amor"

Obrigada pela força lah no blog!!!

bjinhos*~

disse...

Parece que se achou.

=)

Fernanda disse...

Quando a gente se acha, não se precisa: se é!
Certo é não precisar e nem esperar nada, quando se atinge essa compreensão: tudo vem. E suas ações e pensamentos... te dará o conforto e a paz necessária. E tudo que você emitir voltará em dobro pra você.


Obrigada pela visita.
:*

Bruna Berri disse...

Somos o que quisermos ser, da hora que der vontade.
Se você quer mais, vai ter mais.
E eu espero tanto que consigas, tanto.

Adorei, querido.

BAR DO BARDO disse...

Sim, aprendendo e reconhecendo que ainda há muito o que aprender...

Feufa Maciel disse...

ótimo texto... *_*

☆ Sandra C. disse...

há um tempo venho aqui e vc fala de recomeço, esperança..
falará também da raiz de tudo isso?

adoro suas poesias!

L. Sathler disse...

"E ainda assim,
Sinto que há muito por vir."

É EXATAMENTE o que eu sinto agora; que há muito por vir.

E num é que é emocionante fazer um Mi?!

Mila Bevilaqua* disse...

"Já não me sinto preso
Agora me sinto solto
[...]
Já não preciso aprender
Agora sei tudo que preciso saber"

Me sinto assim...^^
hoje,agora!

beijo;
sucesso e força sempre!

Pedro Braga Soares disse...

Tem potencial.

Atreyu disse...

Achei lindo!
É aquela coisas de crescer interiormente! Mudar as coisas que pesavam, trocar tudo velho por coisas novas

Lara ‹з disse...

sabe outro dia estava vendo uma reportagem no jornal, de pessoas que escrevem na internet seus poemas,e que isso já vem se tornando um estilo que um dia os melhores poemas vão sair de blogs assim, parabéns,tudo aqui é lindo e bem pensado :)

Thaís A. disse...

É smepre bom a gente perceber que estamos mudando :B

Cristiane disse...

As mudanças e revoluções da vida... Belas palavras!
Retribuindo-lhe a visita, respondendo sua pergunta, o texto lá é meu, obrigada pelo elogio. Abraços

Ray Siq disse...

adoreeiii
sempre muito bacanas seus textos!!!!
muito bom!!!
beijooss :*

.Ela. disse...

Sabe quando voce se sente absorvido, se sente parte do que foi escrito? Cada palavra, virgula, espaço, enfim, as partículas do seu texto foram, de um jeito voraz, me engolindo... agora é assim que me sinto, sou o agora, sou tudo e nada, meu sentido intuitivo fala: "algo está para mudar"

Obrigada por falar tão profundo comigo.

Um abraço cheio do tudo que somos
=)

Varda disse...

Oi "amor"

=)

Eu gosto dos seus textos,apesar de ainda ter medo de você o.O

;*

Natty disse...

Boas e ruins estão por vir.
ps: espera mais carregar a página que tu vai ver o fundo. beeijinhos

Marília Ferreira disse...

"E ainda assim há muito por vir."

Sempre não é?
Cara, o que falar sobre seu blog?
É muito bom mesmo, você escreve muito bem!
Obrigada pela visita,
e eu voltarei sempre aqui.
beijo

________
www.mahhferreira.blogspot.com

Cindy? disse...

Existe o amanhã.
Quem bom que os dias são finitos.
E o sorriso sempre chega...
As dúvidas desaparecem...
Chega a paz! :)
Linda poesia
bjs*

Menino Poeta disse...

"Já não sou eu
Agora sou todos"

Nossa!! gostei dessa!!
belo o seu post!!

Aninha disse...

Oi!!!
tem selo pra vc lah no blog!!!
hehe

bjinhos*~

Valdemir Reis disse...

Olá Rafael é sempre com grande alegria que visito este importante espaço. Honrado e feliz. Quero agradecer sua amizade. Muito obrigado! Certo estou quando um amigo nos acompanha nenhum caminho é longo demais e vamos além, também que a amizade é como as estrelas, embora não vendo toda hora sabemos que existem. Parabenizo você pela harmonia e qualidade deste trabalho. Muito bom tema, ótima escolha, excelente texto, lindo visual, uma preciosidade, gostei. Valeu ter passado aqui. “Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silêncio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove. E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, pura enquanto durar. Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.” Cora Coralina. Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Aguardo sua visita, passa lá! E volte sempre! Tenha uma agradável e feliz semana de grandes realizações. Muita paz, brilho, proteção e sucesso. Tudo de bom, muita prosperidade... Fique com Deus. Forte e caloroso abraço.
Valdemir Reis

Gêsa disse...

Oi Rafael,

Valeu pelo elogio ao blog.
O seu é muito Bom. Instiga a pensar

Beijo.

Hélio Machado disse...

"Já não preciso de paz
Eu sou paz"

Adoro!

Passar pelo teu blog é o meu momento de reflexão!
São palavras que nos lembram da necessidade pensar, refletir, rever alguns conceitos...

Como sempre, ÓTIMO!

Abraços

One Day disse...

MEUDEUS eu amei *-*
sem comentários :x
beeijos
atualizei essa semana, passa lá !
http://andnobodyelse.blogspot.com/

Carol disse...

Oiiiie Rafa, valeu por linkar auhsau mas enfim eu postei!
e tbm obrigada por continuar a visitar o Por Escrito viu!

eu gostei muito do teu poema

"Já não preciso aprender
Agora sei tudo que preciso saber"
Existem momentos em que não é dito nem uma só palavra, poém a compreensão disso é mais do que qualquer explicação!! beijossss

Patrícia Lara disse...

Oi Rafael.

Vim agradecer a visita. Obrigada!

Só queria dizer que gostei muito do seu espaço aqui, dos seus poemas. Tudo muito bonito.
Voltarei mais vezes, se me permitir.

Um abraço,
Patrícia Lara

PS: Não sei se foi coisa da minha cabeça, mas senti um certo ar de "estranhamento" no seu comentário. rs

Espero que vc tenha entendido bem o que eu quis dizer no meu poema, quando disse: "Depois de você, Poetas pra quê?".

Mas, se não compreendeu, eu só tenho a lhe dizer que não concordo em nada com o que vc disse no comentário. (Desculpe!)

Os Poetas servem e muito! São a luz dos nossos olhos. Abraços.

Patrícia disse...

E eu nem me sinto.

biah disse...

olá
esse foi realmente profundo...
tá naum sei bem o que dizer pq naum so mt fã de poema ¬¬ mas pelo q entendi tudo q ele precisa esta nele mesmo!! e isso e realmente importante...

obrigada pelo comentario!!
bjs

Jean Grey disse...

Intenso...escreve muito bem.

Obrigada pela visita, seja sempre bem vindo.

ps: sim sou a moça da primeira foto.

bjus

Jéssica disse...

"Já não preciso de amor
Eu sou amor"

adorei essa parte! (L

obrigada pela visita no meu blog.

Louis # disse...

Elogios a parte! Excelente poeta! Saiba que as palavras podem sim mudar o mundo e acretide as suas tem esse poder ^^

(adorei o blog)

Dica disse...

Quase não consegui encontrar o espaço pra comentar.. Ia desistir, mas perderia a chance de dizer que eu adorei o que li hoje, aqui.

Joyci Dias disse...

"Já não preciso de amor
Eu sou amor."

É isso que costumam me dizer, que sou o amor.
E sempre tem mais alguma coisa por vir, sempre tem. Se bom ou ruim, não sabemos... quando chegar, descobriremos.


Grande blog...

Passa no meu?

Beijos.

~*rafasonehara disse...

você escreve muito!! ;O
ameii..
to te seguindo
Bjo :*

Philip Rangel disse...

Como falo tem pessoas q nao dao um pingo de valor no que tem ne..deviam refletir...

abraçao

Magnólia-menina disse...

"Não há mais ar para vibrar
Nem energia pra falar..."

Belissimo texto!
adoreii teu blog :)
já tô seguindo...
quando pudeer da uma passadinha lá no meu...Meus textos não são tão grandiosos quantos os teus mas tenho buscado evoluir... Bjs

Thay disse...

Ah...obrigada por comentar no meu blog ^^
Eu adoreiii o seu textoo, lindão ele... bjooo

Douglas disse...

Muuuuito bom tudo isso e todo o resto que tu escreveu...

parabéns..

vou te seguir ok?
faloow!!

Empadilha disse...

peloamordedeus... escreve pakas...
ah aproveitando, quando não tiver nada pra fazer, mais nada mesmo entra no meu podcast(podrir) entra escuta, escraxa mais indica se possivel!
http://podrir.blogspot.com/

Rebeca Balbino disse...

gostei muito do teu blog'
te seguir...
da uma olhadinha no meu depois' não se compara ao seu, escrevo o que dá na telha'

mrc9002 disse...

Seguidor de numero 101... Caraca... cansei até chegar aqui em baixo... blog bombando... Parabéns... Blog bom tem muitos seguidores...

___________________________________
E quando puder: http://mrc9002.blog.com
E quando quiser rir a toa um pouco, ouça nosso podcast: http://podrir.blogspot.com
Abracios...

alejandra. disse...

Que construção!
Não no sentido = "que belo texto" (não que não seja), mas no sentido que vai havendo uma construção "durante" o texto. Bem feita!

Sobre seu comentário: gosta é? já foi no Banana Jack? Mesmo estilo. Recomendo, bom demais!

lydia. disse...

meeow, adoro teus posts. sério ;D

nina rizzi disse...

há muito por vir. e abaixo a imobilidade e viva a dialética e evoé-ave, poesia :)

franz. disse...

nossa! *-* não que garotos não costumem falar desse tipo de assunto mas, me surpreendi..
"Já não preciso de amor
Eu sou amor"
realmente, muito lindo!
beijinhos.

- Nessa Alves ਏਓ disse...

Muiiito boooom.
Vc pode ser o que você
quiser ser, basta apenas estar de bem consigo mesmo.

:)

Biia disse...

Uma das melhores poesias que eu já li

Já não preciso de amor
Eu sou amor

Já não preciso de paz
Eu sou paz

Já não estou aqui
Estou em qualquer lugar

Já não sou eu
Agora sou todos

Show!!

Iris Gimaiel disse...

que profundo *-*

"Mas algo está para mudar
Um novo momento do destino
Tenho passado por mudanças
E elas tem passado por mim"

Se escreve muito bem, podia ser compositor ou poeta.

Ingrid Correia disse...

Adoro textos assim *-*
se é seu ou não, está perfeito.
Gosto de blogueiros que postem coisas que combinem com tudo o que há no blog, e você faz isso . Parabéns.. e eu sei que ja faz tempo, você não deve nem lembrar , mais obrigada ´pelo comentário nun texto meu *-*

Beijos.. bom dia :*

disse...

Mas já tudo é descartável.