quarta-feira, 8 de julho de 2009

O Caminho Mais Longo

Ontem voltei andando pra casa
Peguei o caminho mais longo
Queria poder pensar
Sair andando por aí
Como se estivesse atrás de alguma coisa
Como se fosse chegar em algum lugar diferente
Como se fosse encontrar alguém inesperado

Andar ajuda a esquecer
A preencher o vazio
Sentia um vazio
Uma distância das coisas
Andava para alcançar algo que não sabia o que era

Andei por muito tempo
Por muitos meses e anos
Passei por muitos lugares
Florestas, cidades, ruínas
Andei por lugares nunca antes andados

Passei por muitas eras
Por muitas mudanças climáticas
Por muitas maneiras de pensar
E de enxergar o mundo
Andei por cima do mar


Até que cheguei em casa.


E lá encontrei todo mundo
Todas as pessoas que eu conheço
E que ainda vou conhecer
Lá eu encontrei todas as pessoas do mundo
Todas as pessoas que existem estavam lá

Elas estavam todas me esperando
Há muitos anos
Elas sempre estiveram ali a me esperar
Me disseram que sempre estariam ali pra me receber
E que precisavam da minha companhia

Então todas as pessoas do mundo me abraçaram
Me colocaram em seus colos
E me amaram
Eternamente

73 comentários:

Carol Duca. disse...

'Andar ajuda a esquecer
A preencher o vazio'

Acho que vou tentar !
Adorei o post ( noooossa que novidade )

Costuma postar de madrugada sempre, ou o horário do blog esta errado ?

Sorte.

amarantelivia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lívia Amarante disse...

Nós sempre saímos pra procurar alguma coisa que nos preencha e não percebemos que os que realmente se importam estão nos esperando em casa.

Beijos!

Érica disse...

Desopilar é bom.
Querer se sentir amado, protegido, é normal. Todo mundo quer.
Beijos

T@CITO/XANADU disse...

É sempre bom ter alguém
que nos acompanhe nessas caminhadas, amada
neste caminho que percorremos.
Quem vai o iluminar?
Te conhecer
te falar de suas experiencias
consciências, ciências
Olhar as mesmas paisagens
sorrir das mesmas besteiras...
Tácito

gabriela m. disse...

Adoro gente.
Não dá pra ser feliz sozinho, néam?

Déia disse...

Muito bom! Procurar no caminho, é bom!
Achar tudo em casa, melhor ainda!
bj

Thiago Assis disse...

às vezes é bom caminhar sozinho, gosto disso.
o tom de hipérbole no andei por muito anos deu um toque especial à historia contada na poesia, ficou bem interessante a partir dali.


www.euthiagoassis.blogspot.com

Cosmunicando disse...

bacana =)

Felinea disse...

sair para encontrar o que buscamos sempre vale a pena :))

obrigada pela visita no Beco. adorei teu blog!

miados de cá.

Los Bife disse...

Poema bem simpático, no bom sentido =D

Adriana disse...

terno...andar faz a gente aprender a gostar...

Anna disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anna disse...

Essa coisa de andar por todos os tempos do mundo me lembrou o comecinho de Memórias Póstumas de Brás Cubas, onde ele tem um delírio de que anda pela história da humanidade.
Beijos

Elton... disse...

Seria ótimo tudo isso, hein?

Henrique Miné disse...

AHHHH esse eu entendi!
*-*

Cara, pior que as vezes é verdade isso que vc disse, as vezes eu me sinto tão perdido que saio mesmo a andar, na esperança de que, nessa caminhada, algo que vai mudar para sempre a minha vida aconteça.
quem sabe na proxima eu não tenha uma epifania, como o eu-lirico ai do poema?
hehe

Abraços.

Rê Ferreira disse...

sim, é ótima a sensação. Afinal, não conheço você não é?
E belo texto =)

Daniela Filipini disse...

Adoro caminhar, é uma sensação boa!

Tatá R. da S. disse...

Já fiz isso tantas vezes...
É engraçado que as vezes saímos a procura de alguma coisa que estava tão próxima da gente e por estar a nossa volta o tempo todo começa a fazer parte da paisagem e a gente acaba não notando.
Trouxe uma sensação boa. *-*
=*

caarol. disse...

gosto de finais felizes ;)

ana paula disse...

que lindo o texto! *-*
e é engraçado porque isso vive acontecendo. sair por sozinho por ai pensando é bom, muito bom :)
beijao :*

Gêsa disse...

Muito bom cara! muito bom mesmo.
:)

Débora Andrade disse...

Nossa, você descreveu o meu cotidiano.
O poema passou uma energia boa pra mim, amei. *-*

"Andar ajuda a esquecer
A preencher o vazio
Sentia um vazio
Uma distância das coisas
Andava para alcançar algo que não sabia o que era"

Não há nada mais verdadeiro.

:*

MALU MARTINS disse...

Lindo! Quem sabe um dia eu possa encontrar o caminho de casa tbm. =/

Obrigada pela visita no meu blog.
Seus poemas são lindos tbm ;)

Volte sempre que puder. =*

pacheco disse...

Esse é quase um sucessor de "Soco a sua cara"...

Philip Rangel disse...

As vezes devemos pensar em como e quando tomar esses caminhos ..pq muitas vezes podem ser terriveis..e podemos cair...mas com intuito de tentar...

abraçao

Aninha disse...

Meoooo.... mto lindo teu post!
Todas as pessoas do mundo esperando por nós...

mto bom!

bjinhos*/~

[ rod ] disse...

As mudanças são frutos da nossa maturidade ao longo dos dias... abs meu caro e obrigado pelas visitas ao dogMas.

O link do outro blog é: http://oavessodavida.blogspot.com/

Desi disse...

Já fiz várias dessas... é muito bom!

Posso desenhar algum poema teu, algum dia assim, por acaso, sei lá..(?)

Desi disse...

Quem disse que eu esqueci, hãn hãn?!
por isso que te perguntei =) Tu que sabe, pode ser conto, prosa, poesia, oqq tu quiser, tu é cliente, HAHAHAHA
Só que se for história vai demorar um pouco mais, mas acho que dá pra fazer alguma coisa bem legal. Tipo, imagina oq pode sair com aquele teu conto "tive um sonho", por exemplo.. Mua ha ha
Mas faz assim, manda por e-mail que eu te mando depois os desenhos, me dizendo mais ou menos quando tu pretende postar, qq tu acha?
e-mail: desiree.jf@hotmail.com

Maya's disse...

Hey valeu pela ajuda!!
Adorei muito o teu post!

Vladir Duarte disse...

Gostei do estilo e do conteúdo. Mas gostei mesmo do criativo nome do blog. Parabéns!

Valeu.

Bruna Berri disse...

Procuro sempre andar em círculos para pensar, esperando que em uma das esquinas do meu mundo eu esbarre comigo e me sinta completa.

☆ Sandra C. disse...

sempre achei que os lares são relativos.

B. disse...

Sempre estamos procurando por algo que nos complete! E nesse caminho, muitas coisas podem acontecer... mudanças, testes e momentos de reflexão que nos fazem aprender muito. Engraçado é que as pessoas que nos completam aparecem onde menos esperamos encontrá-las.

Bruna disse...

Eu amo andar, as vezes gosto de sentir a sensação de fujir do mundo, estar só, sentir-se única para mim. Mas é algo passageiro, o que é ruim, logo caio em mim e vejo que estou rodeada de pessoas que nunca vi, então o encantamento vai embora. E eu só existo para quem me espera, e me ama e por tanto me conhece ^-^

Letícia Alvares disse...

Às vezes ando pra preencher o vazio também... Agora você também tá misturando real/irreal né? ;P

Muito bom o texto... acho que no fim, o desejo de todos nós é um só: ser amado!

Tenho orkut sim, procura lá Letícia TEatro (Uberlândia). =)

Nathália Monte ;D disse...

fiquei pensativa..ahsuhasuahsa

beijinhO

Larissa disse...

Sensação boa!

Giullianne Vicente disse...

Que lindo!
Quanta sensibilidade e inspiração, adorei!
Abraço

Magnólia-menina disse...

Belissimo texto!
Texto muito tocante...Gostei muito! Na verdade gosto de todos os teus textos hehehe...
Bom é isso Rafael.

Um grande abraço!

disse...

Gozado eu ler seu post hj...deixei o carro em casa e sai...pensei num caminho mais longo para que minhas ideias tomassem meu ser, para que minhas emoções invadissem minha alma...e fui, apenas fui...

Só não encontrei nenhum colo na volta, mas, tudo bem...eu espero...eternamente!

Bjossss carinhosos :**

Aninha disse...

Oi!
Eu aqui de novo...
Fiz um blog novo!
http://aninhameninacor-de-rosa.blogspot.com/
Se quiser... passa lá!
=)

bjinhos*/~

Nathália E. disse...

Andar nem sempre me ajuda a esquecer.
Pelo contrário, me faz pensar mais ainda no que desejo apagar da mente...

Jamile Mercês disse...

Muito obrigada pelo elogio, Rafael.
Você então, tem um dom magnífico com as palavras. Lindo o poema. Beijos :*

Natalia disse...

Caminhar é a melhor coisa pra esquecer um pouco da "vida"... Ou encontrá-la, de verdade.

adorei o poema *-*

a menina nada popular disse...

engraçado você não?

Deh Bee disse...

o que eu acho é que, apesar de que existe o momento certo e o lugar certo, quando a gte erra, da mesma forma, a vida, o mundo, todo mundo, tudo, tudo está sempre esperando. sempre é hora de chegar.

Ray Siq disse...

muito massa o texto!
viajo total neles!!
Ebaaa estou no top comentaristas!
hahahahha
Beijoo :*

Tatá disse...

Prefiro me silenciar, aqui.
É que foi tão lindo, que dá até medo de estragar o encanto.

Beijo, moço.

Karen disse...

Que lindo =D

Fabricante de Sonhos disse...

Certamente andar ajuda muito...
Andam as pernas e os pensamentos...
A gente anda em busca das mudanças, acreditando que algo precisa realmente mudar...
Nas minhas andanças, descobri que muitas vezes, não importa o lugar nem as pessoas... A mudança deve partir de nós... O lugar é indiferente...
Algumas pessoas também...

Lindo o texto, aliás, lindo todo os seu blog!
Adorei o teu espaço e vou segui-lo!
Voltarei!

Um beijo meu...

Fabricante...

Sofih disse...

Por mais incrível que o mundo seja, só em casa que se encontra esse "tratamento" incrível! =)
Beijos

Gabi disse...

Os pés são, de fato, o melhor meio de transporte. E tenho dito.

Aquela tal de brito disse...

caminhar sem rumo
sempre me ajuada a pensar na vida.
beijos;*

disse...

É bom viver, e depois voltar e sentir que sempre esteve ali!

Thaís A. disse...

Nossa, muito parecido os nossos textos mesmo *-*
Pois é, a família é única certeza que nós temos. Eles nos amarão não importa o que aconteça :)

Thaís A. disse...

UOOOU, TO NO TOP COMENTARISTAS *--* UHAEUHSEU, adorei isso!

F. Lemos disse...

Retribuindo a visita,
parabéns pelo blog.
excelente postagem

beijos ;*

Carol Duca. disse...

quero post novo.

Sarah Caramelo'S disse...

Adoro andar...
Achei muito lindo seu texto, parabéns!
*-*

a má! disse...

Concordo contigo!
Sair andar meio que sem destino faz bem para a mente e para os pensamentos. Quando estou confusa ou triste, saio e vou pensando com meus passos ;)
Lindo o poema !

beijos ! :*

Luisa Pinheiro disse...

Gosto de caminhar por aí. Onde moro, posso ir andando pra vários lugares do meu dia-a-dia e desde que me mudei percebi como gosto de andar! Penso bastante e tenho os melhores pensamentos. Só que hoje mesmo eu tava pensando que seria melhor se desse pra ler enquanto eu caminho e até tentei fazer isso hoje, mas ok.
Gostei do poema! beijos

Camila disse...

dá preguiça de andar! hahahahah
quanto menor o caminho melhor! =)

ahhhh chega de Michael sadfkhasdpiour


bjo

Carolda disse...

Sim, andar ajuda muito a esquecer e a preencher um vazio. Esse poema me fez lembrar de um dia em que saí andando loucamente por aí... como sempre, muito bem escrito.
Beijo

Atreyu disse...

Já andei muito assim também! Mas essa fase já passou!!!

Filipa disse...

Sabe tão bem andar, e ser livre, e quando chegamos a casa sermos recebidos e acolhidos da melhor maneira possível. Todos nós temos alturas na vida em que temos de abandonar a nossa "casa", pois quando voltamos sentimos que existe alguém que não se esqueceu e ainda gosta de nós. *

Dauri Batisti disse...

Estou passando por aqui. Apesar dos muitos comentários - o que normalmente me desestimula a deixar o meu - resolvi postar também meu alô.
Estou vendo seu espaço, lendo seu poema... vou por ai.

um abraço.

Márcio Kindermann disse...

Bacana aqui rafael!!
Louco Som e Sentido.
Voltarei abç

Lico disse...

O que mais procuramos geralmente ou não existe ou já foi encontrado não é?
Demais teu poema...

Carla P.S. disse...

Minha alma gostou da ideia....
Estás linkado,
aceita um café?
Beijos.

ana carolina disse...

É bom andar por aí sem rumo, quando a vontade bater do nada *.*. Amei.

0sk disse...

A utilização de hipérbole tornou teu texto muito interessante...

Quanta criatividade.

n_n