quarta-feira, 1 de julho de 2009

A Tomada de um Império

Todo dia.
Todos os dias.
Sempre.
O tempo todo.
A cada instante.
A cada segundo.
A cada piscar de olhos.
A cada batida do coração.
Nunca.


Tive um sonho.
Eu estou em minha cama. Sou acordado por um outro eu. Ele diz que devo o acompanhar. Nós chegamos na sala de casa e minha mãe me diz que está cansada. Ela se deita no chão da sala e começa a fazer abdominais. Então, meu outro eu pula em cima de sua barriga, fazendo com que ela exploda e que voe gordura e carne pela sala.

Nesse momento meu pai chega e diz que é hora de almoçar. Ele e meu outro eu catam os restos de minha mãe. Meu pai coloca os restos numa panela e os cozinha. Eu lhe pergunto: "Mas nós vamos comer a carne de mamãe?", e ele responde: "Sim, porque nós a amamos". Nos sentamos à mesa e comemos a carne de minha mãe.

Meu pai se vira então para meu outro eu e diz que o ama. O outro eu se levanta e pula pela janela da sala. Meu pai diz que está muito orgulhoso de mim, por eu ter pulado. Ele levanta e caminha até o seu quarto. Deita em seu berço, que é bem pequeno pra ele. Ele diz que é indefeso e que precisa que cuidem dele.

Logo depois disso, vejo que ele se urinou. Interfono para o porteiro e digo que ele precisa vir limpar meu pai. O porteiro logo aparece, e com ele, vários repórteres de jornal. Eles tiram muitas fotos enquanto o porteiro limpa meu pai, e me dizem que aquela é uma cena muito bela. Eu lhes digo que estou muito feliz deles terem vindo. Eles ficam um tanto irritados com meu comentário, e dizem que fui grosso e mal educado, e que não estão acostumados a serem tratados dessa maneira.

Eles todos se retiram de nossa casa. Meu pai sai de seu berço e diz que está na hora dele trabalhar. Então ele pega uma marreta e começa a quebrar a parede de seu quarto, enquanto grita palavrões.

Resolvo sair para passear. Quando abro a porta, vejo que há alguém tomando conta da porta. Ele diz que não posso sair até que os trabalhos estejam terminados. Me viro e vejo que meu pai está nu, gritando, e pedindo que eu o mate. Ele me entrega a marreta e acerto sua cabeça com toda a força. O seu cérebro fica exposto. Enquanto ele ainda respira, pego um pouco de seu cérebro e lhe dou em sua boca. Ele diz que fui um bom filho, que está orgulhoso de mim. Depois que ele pára de respirar, o coloco em um saco negro e o jogo no lixo do prédio. O homem que tomava conta de minha porta me deixa passar.

Saio na rua. A rua está vazia. Ao longe, vejo uma passeata se aproximando. Eles gritam que querem fazer sexo. Eu me aproximo deles e digo que então façam. Uma bela menina diz que eles não podem, pois não tem mais órgãos sexuais. Lhe digo que isso é um absurdo, e ela me diz para olhar dentro de minha calça. Quando olho tomo um susto, pois percebo que não tenho mais o meu pênis, nem meus testículos.

Ela diz que os órgãos sexuais estão sendo confiscados pelo governo, e que a partir de agora, para fazer sexo, devemos pagar uma taxa mensal. Pagando essa taxa, recebemos um órgão sexual de nossa escolha. Após um mês, se não pagarmos outra vez, ficaremos sem sexo novamente. Fico muito indignado com aquilo e resolvo me juntar à passeata.

Caminhamos até o castelo onde mora o ditador que nos governa. Gritamos que nós temos o direito de nascença de ter um sexo, que não precisamos pagar por isso.

Meu pai aparece na sacada do castelo, com sua roupa negra de ditador.

Ele diz que não precisa de minha opinião, e que está pensando em confiscar nosso direito de pensar também. Para pensar, teremos que pagar um taxa. Caso não paguemos, teremos pensamentos escolhidos por ele implantados em nossa mente.

A multidão olha enfurecida pra mim, e diz que irá me assassinar se não fizer algo. Eu subo pelas paredes do castelo. Quando chego na sacada, luto com meu pai.

Ele se deixa vencer.

Tiro suas roupas de ditador e as visto em meu corpo.

O pego no meu colo e o coloco em seu pequeno berço, próximo à sacada.

Ele me diz:

-Agora está tudo bem, agora você sabe como me sinto.

72 comentários:

Deh Bee disse...

nossa... e eu pensei que eu fosse a messed up... acabo de atingir um estranho grau de normalidade no meu próprio conceito

Carol Duca. disse...

acho que esse texto merecia a devida explicação de onde você tirou tudo isso. você é realmente bom rafa.

sorte.

Rafael L. Smith disse...

Só não está melhor por causa das nojeiras. Mas ótimo... mas nojento.

Lívia Amarante disse...

Eu gostei.

Maria Fernanda disse...

Sem muito mais o que dizer além de três vogais: UAU!

Aquela tal de brito disse...

é impressionante

;*

Hosana Lemos disse...

o.o

G. disse...

Me lembrou muito filmes de terror exploitation, eu gostei.

Nara Sales disse...

Eu adorei. Que capacidade. Toda essa controversa me deixou aqui assim: =O

Henrique Miné disse...

Me lembrou muito filmes de terror exploitation, eu gostei. [2]

skoAKSKaoksoAKSA.

mas é assim que gosto de seus textos, sabe, um dia ainda pararei pra analisa-los, e entenderei tudinho o que tem que ser entendido ai.
vc é realmente genial cara.


Abraços.

pacheco disse...

Dessa vez concordo com o langoni sobre as nojeiras! hehehe

Vários momentos ótimos no texto...

Com o que vc sonha?

gabriela m. disse...

bah! que tosco!

mais foi uma tomada bem fácil de império...
e o pai (seu?) é um tanto demente.

# sabe que eu gosto dessa doidera toda que você escreve? eu capotoooo;

tenha um clunsti resto de semana :)

☆ Sandra C. disse...

SURREAL!
aliás, poxa!
da onde você se inspirou rapaz?
eu tenho lido seu blog há vários tempos, você sabe. e tenho gostado da sua evolução textual.
você não machadianiza as palavras, mas consegue colocar ingredientes que tornam a sua leitura muito, muito impressionante.
e esse texto foi maravilhoso!
merecia um curta. sérião!

Aninha disse...

huahauahuahau...
Desculpa mais eu dei mta risada...
Depois tem gente que fala q eu tenho mta imaginação!!!
vc é mestre da imaginação!!!!
hauhauahua

bjinhos*/~

Louis # disse...

Nesse momento eu ainda devo estar procurando palavras, pois não sei o que comentar! Só sei que é instigante seu texto e q cada vez mais aumenta a minha curiosidade sobre o blogueiro!HAHAHA

Maya's disse...

UAU! foi demias, estranho mas legal! Cara tu tem uma imaginação muito fértil!

Magnólia-menina disse...

Caramba...Seus textos são excelentes tens muita criatividade e imaginação...
Esse seu texto é sem dúvida surreal. Você escreve muitissimo bem ... Parabéns ... amo seus textos...

Um grande abraço pra ti Rafael! :)

Jamile Mercês disse...

Sem muito mais o que dizer além de três vogais: UAU! (2) Parabéns. Magnifíco seu texto.

Mariana Dore disse...

Eu axei que isso foi um verdadeiro pesadelo uhahuahuahuahuhuauhahu
E aindapor cima, engraçado!

;D

Ray Siq disse...

muito engraçado e interessante.
eu meio que fiquei com medo em algumas partes, mas gostei! hahahhaha
Beijoo :*

MAH TREVIZAN (: disse...

.meio assustador neh, mas eu gostei tbm :D

.o Filme Dirty Dancing é muito legal... eu gosto muito! *-*

.bom, obrigada pela visita ao meu humilde blog, quero voltar aqui mais vezes :D
.vou te adicionar aqui, para acompanha-lo :)se puder fazer o mesmo eu lhe agradeço :D

.ótimo fim de semana.
um beijo :*

Letícia Alvares disse...

Sem palavras... Cho-ca-da!
Esse não teve nomes estranhos... hehe


Ah, quanto aos meus textos, a maioria são verdades, mas ditas de uma maneira mais escondida... ;P (mas é segredo, conta pra ninguém!)

Bjo, boa semana!

Hadassah disse...

Devo confessar que achei horrivél a parte em que você come a carne de sua mãe!! isso porque eu me imaginei na mesma situação :(
apesar desse susto rsr ;p
gostei...
Seus textos são únicos (pode apostar rs)

Tâmara disse...

Obrigada pela visita!
voltarei...

Bruna disse...

Tenho sonhos estranhos, mas se você sonhou o escrito, cara que mente brilhante.! Tanto pra sonhar quanto pra escrever. 'Rsrs

Mary disse...

Bem...isto é sonho ou pesadelo?...kkk...fquei cansada em, manere nos sonhos, Rafael!....kkkk
Bjs

disse...

você tem uma maneira muito peculiar de escrever, já disse isso? ahahahahaha

Beatriz Martins disse...

Adooreei!
Realmente mto bom, tanto em sonhos como palavras (:

Beejos :*

Rafa Cullen disse...

uaw O_O caracas, vc dá medo O_O² mas escreve incrivelmente bem *-* tô te seguindo 8D passa no meu blog depois ^^ beijinhos ;*

Lu Paes disse...

Incrivel.
Até troquei o meu tipíco: Oi, Rafa!!!, porque seu texto é incrível.
Amei. Delirei. Senti. E eu acho que sentir é o maior grau de entendimento ao qual se pode chegar. E eu não ligo se estiver errada.
A seu pedido, minha visão dos acontecimentos 9desculpe se ficar longo, estou sem tempo de fazer um comentário curto, na frase de um poeta que não me lembro quem é):
primeiro, comer a carne da mãe porque amam ela: isso me lembrou, honestamente, da última ceia de Jesus Cristo. Não sou adepta de nenhuma religião e não costumo fazer referências à Biblia e similares. Mas isso me chamou a atenção; o jeito incrédulo que o seu eu-lírico (sim, tenho ido às minhas aulas de literatura...)fica incrédulo. Achei perfeito.
E quando o pai diz que ama o outro você 9por assim dizer) e ele pula da janela, e o pai fica orgulhoso: quem ama dá liberdade para as pessoas abrirem as asas e voarem. Eu gosto de pensar que o outro você, quando pulou da janela, voou.
O pai, que precisa de cuidados. Bom, quem não precisa de cuidados? Um dia você tem que perceber que ninguém é feito de ferro. E, rapidamente, sem que tenha tempo de receber cuidados (afinal, quam tem tempo?), ele sai para trabalhar. caótica e violentamente, pertubado e xingando...o lindo mundo atual.
Os direitos e deveres: você só sai de acabar suas tarefas. Quem deu essas tarefas? Fiquei curiosa. E qual o motivo das tarefas? por que você não podia fazer o que queria? Responsabilidade?
E matar o pai, alimentá-lo com conhecimento, ouvi-lo agradecer. Meio confuso para mim, mas me tocou. Um final que era a morte, mas que também não era a morte. Ou a morte, simplesmente, não era o final?
E, quando saia, a ditadura. Realmente, não temos nem mais direito do ar que respiramos. Uma pseudo-democracia ridicula, e as taxas...taxas por tudo e por nada. E que voc~e conseguiu, de forma brilhante, usar para a politica e o lar. Porque o pai também era o ditador.
Ah, e a multidão se voltando contra o eu-lírico...Como as coisas podem mudar rapida e drasticamente. Não estavam todos do mesmo lado?
E, o final: você vai poder, finalmente, entender como seu pai se sente. Num mundo que faz um ciclo vicioso, sem que ninguém mude nada. Aí as pessoas crescem, precisam de cuidados, mas não tem tempo, e trabalham, e se estressam, e iimploram pela morte, que não é a saída, que lutam pelos seus direitos, não conseguem, e, enfim, se tornam ditadores. Para formar novas pessoas que sigam esse ciclo.

Viajei muito? Espero que sim. Gosto de viajar. Mas agora também quero sua versão desse texto. E sua opinião do meu texto. Quem nem é um texto, honestamente...

Adoro você, Rafa. Sua sensibilidade e pensamento crítico me contagiam, admiro muito isso.
Escreve bem pra caramba, por falta de uma expressão melhor.

beijos da Luu!

Lu Paes disse...

ps.: esqueci de comentar o começo.
As palavras são perfeitas. É o que eu falei: o ciclo que se repete. E, como a última palavra, não deveria se repetir nunca. Um caos perfeitamente real. E não deveria ser.
;)

Denise disse...

Caos representado em palavras e em ações.
e sonhamos com a pura realidade que as vezes esta em nós..........ou não.

gostei muito daqui

Volto

Denise

Mai disse...

Rafael tu me instigas a pensar...
E para mim é incontrolável e inevitável escrever. Então é assim - ficção, sim - talvez surreal, inimaginável mas há teorias que engoliriam esta criação onírica e ai haja Freud e fróid é froid mesmo para compreender nossas questões.

Há neste teu texto 'massa bastante' para teorias do inconsciente e arriscaria a dizer-te que aqui tu conseguiste na 'condensação' dos sonhos incluir um vasto conteúdo da teoria psicanalítica.
Mas não irei por ai direi tão somente que o amor é exercício de morrer e o alimento nos nutre e comer a quem se ama alimentando-se deste amor faz-nos sentir com o outro dentro de nós, alimentando-nos, nutrindo-nos em nossas necessidades básicas?
Pensar ainda que que o sistema digestivo fará com que o alimento atravesse todo o organismo e, por fim, o que não nos servir, será 'matéria intestinal' só nos nutriremos do que for bom para nós e para nosso organismo... Seria isto?
Ou poderia ser um desejo de internalizar o outro encapsular o outro? Quando a figura paterna elogia o ato de auto-aniquilamento seria por saber que existe um amor que é incondicional e este é o amor pelos filhos?

Olha eu terei que ler e reler teu texto porque ele foi muito para o pouco espaço do meu HD.
Minha placa mãe adorou saber que existem ciborgs, matrix escrevendo de forma inteligível.
Rafael, tu perturbas meu processo cognitivo, cara e eu adoro isto.

Beijo você.

' Linee Soglia disse...

Adoreei!!!
Sua imaginação é maraa!!!

esse texto me lembrou os livros "Alice no país das maravilhas" e "Alice no país do espelho"!!!
:)

bjuss
=*

Elton... disse...

Eu crti as nojeras, é a melhor parte, retrata muito bem o que somos e o que fazemos, realmente genial, eu jamais pensaria numa coisa dessas, não zozinho, pelo menos...

Fabulous disse...

uau, eu realmente senti medo em algumas partes HAUhuahUAHuahUAHu o0 sua imaginação é...é sensacional HAUHauHAU

Filipa disse...

Espetacular mesmo! Onde a tua imaginação te leva... *

Karen disse...

É difícil até acompanhar sua linha de raciocínio... Mas continua sendo o máximo, hahá! :D Beijos.

Desi disse...

hei Rafael, eu disse para para com a medicação. HAHAHA

Valeu, volta mais!
te aviso quando estiver pronto =)

Prixty disse...

nussa, nem dá. a peça tem uma hora e minha internet é revoltada. xD



http://www.prixty.blogspot.com

Branca disse...

Criatividade sobrando aqui...parabéns!

Bom fds!

JotaSP disse...

Rafael,

apenas venho agradecer a visita simpática.
Depois voltarei com mais tempo, mas, pelo que li assim por alto no teu blogue, terias coragem para isso e para muito mais!

Um abraço assim «««

Sofih disse...

Uau. Isso foi estranho, mas foi legal.
Vou admitir que ri quando se outro eu pula na barriga da mãe, mas aí parei de rir quando vi que suas tripas voavam pelo ar.
Proibir o sexo não seria uma idéia muito inteligente por parte do governador. Do jeito que as pessoas são dariam tudo para ter órgãos sexuais novamente...
Acho que o que seu pai quis dizer é como é estranho poder mandar em todos, sendo meio que o chefe do lugar.
Tá, isso foi cabuloso, mas no final fez sentido. ; )
Beijos

Prof. Israel Lima disse...

Amigo Rafael,

Eu, aqui, novamente! Agora para agradecer sua honrosa visita e comentário em meu blog.

Seu espaço é magnífico! Apareça mais vezes em meu blog, será um grande prazer.

Desejo-lhe que tenha um ótimo final de semana.

Um grande abraço.

-: Biiia Barbosa ♥ disse...

MUITO interessante.

Bela disse...

Uau! Que sonho doido!
Bjinhos ;)

Agradecendo a visita e, volte sempre.

Lu Dantas disse...

Nossa! Sabe que eu ia até começar a analisar tudo, né. Ia começar pelo complexo de édipo, passando pelo desejo de expressar a maturidade, terminando com a sensação de que provavelmente vc sabe que cresceu...mas como as análises foram muitas, preferi optar por dizer apenas que gostei. Mesmo.

Um beijo

LeêH disse...

Obirgada pela visita!!
A banda é REstart!!
Quer ouvir acessa!
http://www.myspace.com/rockrestart

S . disse...

Muito obrigada!
Graças ao seu comentário descobri um blog fenomenal: o seu!

GENIAL este texto!

vou seguir*

Kiara Guedes disse...

ligue, ligue sempre e venha, super venha tbm!

Flor disse...

Cara que medo...huahuhauahau.adorei,beijos

Carolda disse...

Que loucura isso. Totalmente.
Alguns exageros, mas enfim... estes todos nós os cometemos.
Beijo

Thaís A. disse...

Nossa O.O

Tatá R. da S. disse...

Fiquei com uma pulga, na verdade, uma barata, devido ao tamanho, atrás da orelha.
Instigante, chocante e reflexivo. Gostei bastante.
Algumas coisas me lembraram alguns animes fortes que assisto.
Eu sou uma leitora preguiçosa, lamentável talvez, mas sou... Mas seu texto eu devorei fácil. Parabéns.
E obrigada por aparecer no meu também.
Provavelmente voltarei mais vezes, não para manter alguma reciprocidade, mas sim por que apreciei.
Beijos. o/

Only feelings disse...

Absurdamente interessante!
Parabéns!
:*

Ceci ! disse...

Cara, quanta criatividade! *-*

Paola disse...

NOOoooooooossaaaaaaaaaa...
Cara, meu queixo passou da cintura
Pera aê, vc existe?É um clone do mal?!
Q coisa mucho loucaa, depois desse texto enorme(que eu não estava entendendo bulhufas, curiosa pelo final disso) a frase final foi uma bela explicação pra uma coisa q eu ainda não entendi direito ^^"".Porem,no entanto,eu gostei do seu jeito de expressar as coisas, muito bom mesmo.
Uhmm, vou me lembrar de dar um abraço no meu pai hoje. E comprar um berço também...

Inté

Ricardo Valente disse...

Difícil essa relação de pai, amor e castração. Se existe culpa, ela é nossa. Não deles.

Gostei da narração. Belas e chocantes imagens dentro de um perfil metáforo-psicológico.

Abração!

Érica disse...

Os poemas são meus sim, que bom que gostou, volte sempre que quiser.
Adorei seus textos também, criativos e intensos, cheios de sentimentos. Gosto disso.
Beijos

Danilo Moreira disse...

Olá Rafael, vim agradecer e retribuir o comentário no meu blog. Fique sempre a vontade para visitá-lo.

Ao ler esse post tive a impressão de estar vendo as pessoas em imagem negativa, tipo, ao avesso. Lá para o final, quando acontece aqueles confiscos do governo, senti um certo arrepio, pq só faltava mesmo cobrarem impostos pra essas coisa tb.

Excelente post, sem dúvida.

Outra coisa que me chamou a atenção nesse blog é que vc curte poesia concreta. E escreve mto bem. Eu tb adoro!!! No meu blog tem um marcador de nome Delírios que tem textos inspirados em poesia concretista. É tão raro ver blogs com esse tipo de poesia. Qdo puder, visite.

Parabéns pelo blog. Ganhou mais um seguidor.

Abçs!!!

http://blogpontotres.blogspot.com/

Leonardo almeida disse...

que sonho :D

Ice disse...

asuhduasd
para de ser chato Rafaaael ausdhasd :D

Alias eu gostei do seu texto ae :]
parabenssss tem talentooo

PALAVRAS AO VENTO disse...

Ola, obrigada pela passagem e comentário no blog. Espero que volte! Estarei aqui a te acompanhar.

Abraços

... disse...

Adorei.
excelente, parabéns.

beijos :*

www.astrongfeeling.blogspot.com

Camila disse...

ACHO QUE VOCE SE SENTE CONFUSO hahaha
eu me confundi!
Oooo imaginação booooa!

beijos

Natalia Xavier disse...

Um sonho bem psicodélico hein?

Faz tempo que não tenho sonhos assim. Por mais bizarros, sempre acordo de bom humor.

Obrigada pela visita lá no Necas.

Bjos e td de bom

Juliana Porto disse...

Ahhhh! Rafael.
Bravo!

Anônimo disse...

[url=http://firgonbares.net/][img]http://firgonbares.net/img-add/euro2.jpg[/img][/url]
[b]microsoft office 2003 key gen, [url=http://firgonbares.net/]profit discount software[/url]
[url=http://firgonbares.net/][/url] adobe photoshop cs4 academic discount educational software publisher
adobe photoshop cs3 extended 8.0 phone activation [url=http://firgonbares.net/]adobe software for sale[/url] icon plugin for acdsee
[url=http://firgonbares.net/]we buy software[/url] student discount software uk
[url=http://firgonbares.net/]legal office software[/url] kaspersky key finder
discounts on software [url=http://firgonbares.net/]where to buy adobe photoshop[/b]

Anônimo disse...

[url=http://sunkomutors.net/][img]http://sunkomutors.net/img-add/euro2.jpg[/img][/url]
[b]lp software store, [url=http://sunkomutors.net/]cheap oem software downloads[/url]
[url=http://sunkomutors.net/][/url] tech software store filemaker pro web database development multi level
buy student software [url=http://sunkomutors.net/]buy cheap microsoft office[/url] student discounts on computer software
[url=http://sunkomutors.net/]shop software reviews[/url] adobe image editing software
[url=http://sunkomutors.net/]best price for software[/url] point sale software
oem software market [url=http://sunkomutors.net/]4.0 software price[/b]

Anônimo disse...

[url=http://vonmertoes.net/][img]http://hopresovees.net/img-add/euro2.jpg[/img][/url]
[b]macromedia dream weaver software, [url=http://vonmertoes.net/]how do i convert acdsee art files to jpeg files[/url]
[url=http://bariossetos.net/][/url] become a software reseller macromedia com software flashplayer
buy macromedia flash 8 [url=http://vonmertoes.net/]microsoft windows vista download[/url] Software period
[url=http://vonmertoes.net/]buy macromedia dreamweaver 8[/url] buy discount software
[url=http://vonmertoes.net/]0 Mac Logic Express[/url] educational software license
windows vista ultimate activation crack [url=http://vonmertoes.net/]buy cheap software review[/b]

Anônimo disse...

[url=http://murudobaros.net/][img]http://murudobaros.net/img-add/euro2.jpg[/img][/url]
[b]free adobe software, [url=http://murudobaros.net/]software sales canada[/url]
[url=http://murudobaros.net/]Mac StuffIt Deluxe[/url] cheap microsoft office for students buy fruity loops software
nero trial version [url=http://murudobaros.net/]cheap microsoft office software[/url] buy microsoft office 2003 software
[url=http://murudobaros.net/]software selling website[/url] buy microsoft publisher software
[url=http://murudobaros.net/]coreldraw overflow at line:0[/url] 2003 software purchase
legal to buy oem software [url=http://murudobaros.net/]freelance autocad[/b]

Anônimo disse...

[url=http://vonmertoes.net/][img]http://bariossetos.net/img-add/euro2.jpg[/img][/url]
[b]software when to buy, [url=http://vonmertoes.net/]buy pda software[/url]
[url=http://bariossetos.net/][/url] buy cheap software discount coupon warez adobe creative suite 4 master collection
teacher educational software [url=http://bariossetos.net/]discount business software[/url] where to buy dreamweaver
[url=http://bariossetos.net/]filemaker pro medical billing[/url] free download adobe photoshop cs4 trial
[url=http://bariossetos.net/]autocad 2002 free download[/url] office 2003 standard serial
microsoft system software [url=http://vonmertoes.net/]buy cheap oem software[/b]