sábado, 5 de dezembro de 2009

Vinagre Imparcial

.
Caminhando
Na navalha

Eu sinto o meu pé se despedaçando

Eu sinto minha cabeça se despedaçando
Quando eu ando com a minha cabeça
Na navalha

Mas isso não importa
Ontem eu comi bolo
Ele era de um sabor agradável

VIVA O BOLO

Tem alguém andando na calçada
A calçada é fora da minha casa
Logo, a calçada não é na minha casa
A pessoa está fora da minha casa
Pior pra ela
FODA-SE ELA

Prefiro quando está frio
É mais agradável
No calor é pior que no frio
Pois no frio
É mais agradável
É mais agradável

VAI SE FUDER
Eu não falei com você
Quem me dirige a palavra assim
Merece um soco na genitália
Bem dado
Até a genitália sumir

Tem gente que gosta de transar com mortos
Acho que nem tem muito problema
Se a mulher for bonitinha
E se ela não tiver perdido a genitália
Num acidente horrível

As flores são seres vivos
E são delicadas
Por isso
Morrem quando as esmago
Pois meu pé não é delicado
Ele é duro e foda

Eu gosto de cantar
AAAAAAAAAAAAAA
Minha voz é linda
Ela pode estourar seus ouvidos
E ela causa tesão nas pessoas
Por ser sexy e animalesca
Quem nem um tigre bravo

Eu sou uma pessoa
E espero
Que você também seja
Odeio falar com bigornas

Minhas gônadas estão queimando
Féculas do azul
Na luz cintilante
Dentro da noite que não é veloz

--------------------------------

Visitem o novo blog coletivo do qual agora faço parte:
http://descemaisum.blogspot.com/
Vou sempre postar nele aos domingos.
Estou estreando hoje no blog.
O texto foi taxado de "perturbador" e "doentio", de acordo com a "crítica especializada".

31 comentários:

Mari Amorim disse...

Olá Rafael,
fico tão feliz em ler teu poema e perceber que depois de algum tempo sem vir te visitar o quanto cresceu,
Parabéns!
Boa semana
Boas energias
Mari

Henrique Miné disse...

qualquer coisa sua é perturbadora e doentia.

Athila Goyaz disse...

hehehe o poeta sujo!

vou ver o blog lá!
abraços!

Marianna disse...

Rafael, AINDA BEM que eu li isso depois do meu super legal ENEM. Ri muito aqui, salvou meu fim de semana.

Gabi Petrucci disse...

"Eu sou um pessoa
E espero
Que você também seja
Odeio falar com bigornas"
Adorei isso!
HASUIDHASHDSAHDIASI
Tipo o Orkut "Você é uma pessoa de verdade?"

The human who sold the world disse...

E eu achei que era uma música. rs

Natália disse...

Os teus últimos textos são psicopatas. haha mas adoro. Beijos

Cosmunicando disse...

Rafa,
você continua adoravelmente maluquinho, fazia tempo que eu não vinha por aqui... saudade das tuas "desconstruções" dos meus poemas :)
beijo

Danilo Moreira disse...

Olá Rafael, faz tempo que eu nao passava por aqui. Muito interessante o seu post, me parece alguém que nao está no seu estado normal e está vomitando tudo aquilo que parece engasgado há tempos.

Abçs!!!

Te convido a conhecer essa história, e a debate-la também, quando puder.

IMORALIDADES

http://blogpontotres.blogspot.com/

Ray Siq disse...

adoreiiiii
tu é fera pow!
srrs
beijooo :*

Tiffany disse...

"Tem gente que gosta de transar com mortos
Acho nem tem muito problema
Se a mulher for bonitinha
E se ela não tiver perdido a genitália
Num acidente horrível"

HAHAHA, concordo plenamente.

críticos não deveriam existir...escrevemos pra nos expessar e não para agradar qualuqer pessoa!
Muito menos eles..

eu adoro os seu textos.

Érica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Érica disse...

Bolo é bom: VIVA O BOLO!
Sempre caminham na minha calçada, mas eu ando preferindo que foda-se quem está dentro da minha casa, até que eu gosto de quem está do lado de fora. Prefiro quando está frio, é muuuito mais agradável, calor faz minha bunda suar. As flores são delicadas, mas olhando agora, meus pés de moça não são tão delicados assim, eles também esgamam a flor...

Tu é doido, mas eu me divirto.

Juliana Porto disse...

Aiunda bem que eles acham isso. Não teria graça alguma de não poder criticar os críticos ou os zé ninguém ou os do contra.

Doentio!

=P

disse...

ADOREI =)

sem sono agora ?
:P

haha

beijão ;*

Ma disse...

Gostei de como vc escreve..
mesmo!

;)

Tatá R. da S. disse...

Rafa, você é muito divertido! Parabéns. 8D
"Tem alguém andando na calçada
A calçada é fora da minha casa
Logo, a calçada não é na minha casa
A pessoa está fora da minha casa
Pior pra ela
FODA-SE ELA
."
Eu comecei a rir aí, mas depois ri em praticamente tudo. É bom falar livremente o que se pensa. E FODA-SE quem não curti. ^^
Muito divertido, again.
=*

Daninha disse...

Viva o Bolo se for de chocolate \o
OAPKAOSPK
Eu sou uma pessoa :D

Beijos

Ferdi disse...

Tenho fetiche zoófilo por tigres, sempre tive. Mas nada que meu psicólogo não dê jeito um dia..

Felicidade Clandestina. disse...

adorei a visita (:
e sim,legais tuas escritas eiin
rs .
Bj :*

nath. disse...

Perturbador e doentio? Quem pode ter dito essa barbaridade? Oh!

Ananda Urias disse...

dispenso as suas marteladas e seus comentários. ;)\\2w

tico disse...

haha, fiz uma ligação com o não me importo e viva o bolo. aqui, nós usamos algumas coisas para não nos importamos com o mundo, você deve imaginar o que é, chamamos o ato de comer bolo.

"vamos comer um bolo?"

.Marrí Franco. disse...

Um tanto louco, gostoso de ler

Não sei expressar as tantas sensações que me percorreram...


prefiro calor
adoro bolo simples
flores... coisa mais linda
prefiro os vivos

jennydias disse...

ótimo!

Dri Viaro disse...

Hoje é sexta, então sorria!!
E tenha um fds abençoado
bjsss

ja estou te seguindo

Abdoul Hakime Goul Djounoubi عبد الحكيم گل جنوبی disse...

Il y a quelque chose de nonsense ici... drôle.

Tem algo aqui que beira ao nonsense, mas não posso identificar bem o que é. De qualquer modo, genial pela sinceridade. Mes félicitations, parabéns.

PS.: Ele já disse a verdade a ela, como eu havia aconselhado, e ela já voltou p'ra ele. Obrigado pela visita, amigo.

Au revoir.

Cris de Souza disse...

"Psicoversos"
Evoé !
(obrigada pela visita)

Lisa Alves disse...

Versos sujos como uma igreja purificada. Gritos vindos de uma garganta muda e gaguejante. Muito bom!

Natália Corrêa disse...

Rafael, Rafael... Qual texto seu não é pertubador e doentio? haha.

Não gosto de vinagre imparcial, gosto de vinagre de maça, que é vermelho. A navalha fica vermelha quando você anda nela? Eu gosto de vermelho. Pena que bolo não é vermelho, pena que frio não é vermelho, pena que cantar não é vermelho. Nada que você gosta é vermelho, eu não gosto do que você gosta, eu não gosto de você, FODA-SE VOCÊ.

Mentira, eu gosto de você. Só se foda se quiser :B e se quiser pode foder gente morta também, se a morta tiver genitália... Mas se não tiver, você come o c... deixa pra lá :D

Tá, parei.
Beijo. =D

Nanuni Kokoritu disse...

Belo poema.
:)