quarta-feira, 25 de março de 2009

Eu queria verde

Certo dia.

-Oi, eu queria uma desse tipo aqui.
-Ok! Você quer amarela ou azul?
-Verde.
-Que pena! Nós não temos verde. Temos amarelas ou azuis.
-Eu queria verde.
-Eh... Eu já disse que nós não temos verde.
-Eu prefiro verde, mesmo.
- :~/
- :-D !!!

(...)

- Moça, acho que você não está entendendo bem. Nós não temos grulembeias verdes. Apenas amarelas ou azuis. Não existem grulembeias verdes.
- :- /
-Entendeu?
- :-D
-Ótimo! Então, você vai querer amarela ou azul?
-Eu quero verde.
- >8-/ !!!!!!!!!!
-Pode ser verde, mesmo.
-NÒS NÃO TEMOS GRULEMBEIAS VERDES! SOMENTE AMARELAS OU AZUIS! AMARELAS OU AZUIS!
- :- /
-COMPREENDEU?! AMARELAS! AZUIS! AMARELAS OU AZUIS! AMARELAS E AZUIS! APENAS DESSAS CORES! NÃO SE FABRICAM GRULEMBEIAS VERDES!!!!!!!!!!!!!!!!!
- :-D !!!
-ENTÃO, QUAL VAI SER?
-Verde!
-AAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHH!!!! >8~O

Então, a funcionária se virou para pegar uma arma. Ela estava determinada a assassinar a inconsequente cliente que adentrara seu recinto. Enquanto Irisdelfana buscava sua arma, Pelumendia pegou uma grulembeia de cada cor e rapidamente, com suas próprias mãos, as filintropicou. Qual não foi a surpresa de Irisdelfana, que ao retornar com seu fuzil semi-automático se deparou com uma genuína grulembeia verde.
- NÃO! 8-O !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
- (Clic!) ;-}
.
..
...
.........
...................
!!!!!!!...........................
!BUM!......................
!!!!!!!...............
..............
........
...
..
.
....................................................................................................................................................................

Grulembeias são dispositivos sub-atômicos utilizados para desflognetizar as celemônias que ficam acidentalmente presas nos Lóius™. Devido à sua natureza infra-segmentar e instável (num nível optocôndrico), as grulembeias são apenas fabricadas nas cores amarelo ou azul, por serem as cores mais suscetíveis a uma desflognetização bem sucedida.
Quanto à cor verde, descobriu-se ser extremamente perigosa e instável devido à fotosíntese que a grulembeia realiza quando possui esta coloração — o que pode levar o seu núcleo a implodir sob si mesmo, criando um buraco negro branco. Fenômeno incrivelmente raro, o buraco negro branco telomeniza as celemônias desflognetizadas das grulembeias, de forma que grandes quantidades de energia são liberadas. Energia suficiente para destruir 10.000 vezes o nosso sistema solar.

-

Pelumendia estava deprimida neste dia. Ela resolveu tomar uma atitude.
Faça isso você também.

MUDE A SUA VIDA. E A VIDA DOS OUTROS Á SUA VOLTA
MOSTRE, COMO PELUMENDIA, QUE VOCÊ AMA A VIDA E AMA O MUNDO






(apenas não utilize grulembeias verdes para faze-lo. nós temos amarelas e azuis)

- Mas eu queria verde, mesmo.

3 comentários:

Magno disse...

À partir de amanhã, vou sair por aí fundindo gulembeias por aí e mudando a vida das pessoas...

AWAY!

Rafael L. Smith disse...

Animal! Estoporante! Alquímico! Fiquei triste pelo assassinato, mas não é nada comparado à beleza da seqüência sem trema depois da reforma gramatical de acção digna de Hollywood, verde.

O Iluminado disse...

Heeheheeh
Não é que passou uma certa lição? rs
Vc sabe criar histórias fantásticas